A greve da categoria dos profissionais da educação já dura mais de 40 dias. Nesta terça-feira (12) os trabalhadores devem decidir em assembleia se encerram ou não com a greve. Os servidores reivindicam pelo não pagamento integral da Revisão Geral Anual (RGA), fixada em 11, 28%. Entre as pautas, os servidores devem discutir a proposta do governo de realizar um concurso para novas contratações em 2017.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), Henrique Lopes, explica que a proposta do concurso demonstra um pequeno avanço nas negociações com o governo. No entanto, ainda existem outras reivindicações a serem atendidas.

 Entre as propostas do governo estão a manutenção da Parceria Público-Privada (PPP) para a construção de 50 escolas e a constituição de uma equipe interinstitucional para realizar estudos orçamentários e financeiros, a fim de garantir a política de dobra do poder de compra dos salários dos profissionais.

Leia também:  Após 8 dias, incêndio em parque estadual é extinto
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.