O empresário, sócio da empresa Bom Jesus Agropecuária com sede em Rondonópolis, Nelson Vigolo é um dos alvos da Operação Oeste Legal deflagrada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Bahia ontem (25). Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e cinco medidas cautelares de antecipação de oitiva.

O objetivo da operação é combater grupos organizados de ‘grilagem de terras’ no oeste da Bahia e segundo informações Vigolo atuava, juntamente com o empresário Vicente Toyoko, nas ações fraudulentas. Há ainda informações de que ele também atuava de forma semelhante no Mato Grosso.

Segundo as investigações, eles usavam bens judiciais e ações de demarcações, procuravam áreas desocupadas e mudavam a localização ou dados de escrituras.

Leia também:  Pedra Preta | Operação de combate ao tráfico e mandados de prisão são cumpridos no município

BOM JESUS
Vigolo é o principal nome do Grupo Bom Jesus que está em recuperação judicial desde maio e com uma dívida de R$ 2 bilhões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.