A 14ª Vara Criminal de Cuiabá decretou, no começo da noite desta terça-feira (23), a prisão preventiva do pai suspeito de maus tratos contra filho de 5 anos, que morreu no domingo (21). A prisão de Eleony Luis de Andrade, 34 anos, foi cumprida pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

A criança, Hugo Gabriel Augusto Gomes, de 5 anos, foi internada no sábado e morreu depois de sofrer hemorragias e três paradas cardiorrespiratórias. O laudo da necropsia apontou que o menino morreu em decorrência de infecção (septicemia), devido a lesões internas.

A família levou a criança para o hospital alegando que o menino tinha caído da cama e apresentava convulsões. No entanto, os médicos encontraram sinais de maus-tratos e acionaram o Conselho Tutelar. Eleony fugiu para a cidade de Sorriso, onde foi detido perto da rodoviária da região na segunda-feira (22) pela Polícia Militar depois de denúncias anônimas. Ele declarou que fugiu para Sorriso com medo de ser preso e foi conduzido nesta terça-feira para capital. Eleony é suspeito de maus tratos contra o filho e por conta disso ter causando a morte do menino.

Leia também:  Pais de menina de 12 anos registram Boletim por assédio de colegas em sala de aula

A prisão preventiva do suspeito havia sido requerida na segunda-feira pelo delegado da Deddica, Eduardo Botelho. “O interrogatório foi iniciado hoje, mas será reinterrogado amanhã novamente. Ele nega a prática do crime imputado a sua pessoa”, disse.

O suspeito será conduzido ao Centro de Ressocialização de Cuiabá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.