Foto: assessoria
Foto: assessoria

O candidato a vice-prefeito de Rondonópolis, Ubaldo Barros (PTB), da coligação ‘Desenvolvimento Para Todos’, que tem Zé Carlos do Pátio (SD) como candidato a prefeito, garantiu que não será um vice ‘decorativo’. Em entrevista na TV Record, nesta terça-feira (30), ele afirmou que irá trabalhar, integralmente, em benefício da população.  “Tenho competência e vontade de trabalhar pelo nosso povo”, destacou.

Segundo Ubaldo, seu currículo dá credibilidade e respaldo para ajudar Zé do Pátio na Prefeitura. “Apesar de ser empresário, sou formado em física e professor aposentado. Fui um dos fundadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Rondonópolis. Nesse tempo, tive a frente da coordenadoria da faculdade por mais de 11 anos, onde também fui o criador do sindicato dos docentes da instituição”, lembrou.

Leia também:  Audiência Pública discute regularização fundiária em Rondonópolis nesta quinta

Uma das suas primeiras ações como vice-prefeito, segundo Ubaldo, será aproximar os comerciantes de médio e pequeno porte do Poder Público. Já que eles são fundamentais para a criação de emprego, no município.

“Hoje, vemos que o índice do desemprego em Rondonópolis aumentou muito desde à época que Zé Carlos do Pátio foi prefeito. Quando assumirmos a Prefeitura, vamos abrir as portas para o setor, dando incentivos e estrutura para que eles possam investir em seus estabelecimentos e, com isso, gerar mais emprego”, acrescentou.

Ubaldo também disse que Zé do Pátio, mesmo sem ter o apoio de grandes políticos, vai saber o caminho certo para conseguir recursos, que vai proporcionar a execução de grandes obras em Rondonópolis. “Apesar da falta de apoio, o Pátio, quando foi prefeito, montou projetos e buscou os recursos em Brasília. Na nossa gestão, vamos fazer o mesmo”, pontuou.

Leia também:  Temer passa mal e é encaminhado ao Hospital do Exército em Brasília

Já ao ser indagado sobre a corrida eleitoral à Câmara Municipal, Ubaldo reforçou o apoio a chapa de vereadores da sua coligação e, destacou que há uma necessidade de renovação no parlamento municipal. “Na nossa coligação nenhum dos 96 candidatos têm mandato. Isso faz com que nossa composição trabalhe com mais garra, apesar da falta de recursos”, destacou.

Por fim, ele criticou a forma como os atuais vereadores estão trabalhando. “Eles (vereadores) se limitam a trabalharem apenas no âmbito de seus gabinetes. Nós não seremos assim, vamos às ruas ouvir o povo, conhecer as suas necessidades e trabalhar com objetivo de dar mais qualidade de vida a população”, finalizou.

Leia também:  Deputado Rezende busca informações sobre anel viário para Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.