Bomba danifica e dejetos cai no Corrego Bambu - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Bomba danifica e dejetos cai no Córrego Bambu – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

O vazamento do esgoto no córrego Bambu na noite de domingo (18) em Rondonópolis aconteceu devido à chuva que provocou a oscilação na energia elétrica ocasionando assim a queima de equipamentos elétricos na Estação Elevatória de Esgoto da Vila Canaã. A informação foi repassada pelo diretor técnico do Sanear, Marcos Brumatti, durante uma entrevista com a imprensa na manhã desta terça-feira (20).

Marcos Brumati diretor técnico do sanear - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Marcos Brumati diretor técnico do sanear – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

De acordo com o diretor, a elevatória parou de funcionar e o esgoto passou a extravasar no córrego. “Duas bombas também queimaram durante a oscilação de energia. Nós já trocamos os equipamentos e além dos trabalhos dos técnicos e engenheiros do Sanear, foram contratados caminhões limpa fossa para o transporte do material orgânico para a Estação de Tratamento de Esgoto. Hoje a situação já está controlada e todo material está sendo coletado e tratado normalmente” esclarece Marcos.

Leia também:  Rondonópolis | MPT divulga edital para cadastro de entidades que poderão ser beneficiadas com destinações
Corrego Bambu - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Córrego Bambu – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

O diretor reforça que todo vazamento foi cessado e não existe vestígios de esgoto no rio. “O extravasamento que ocorreu foi absorvido pelo Rio, mas é importante alertar a população para que não entre na água e mesmo havendo recomendações para que a população não consuma da água do Rio Vermelho, por não ser potável, o Sanear está fazendo o trabalho de alerta e conscientização nas margens do Rio” conclui o diretor.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.