Foto:  Shutterstock
Foto: Shutterstock

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que homens e mulheres que visitaram locais onde há transmissão do vírus Zika devem praticar sexo seguro (com uso de preservativo) ou abstinência por um período de seis meses – independentemente de apresentarem sintomas característicos da infecção ou de haverem intenção de engravidar.

Até então, as orientações da entidade em meio à epidemia de Zika eram voltadas apenas para homens que visitaram locais onde há transmissão do vírus e determinavam um período de oito semanas para sexo seguro ou abstinência.

De acordo com a OMS, a mudança se baseou em novas evidências de transmissão do Zika de homens assintomáticos para suas parceiras e de mulheres sintomáticas para seus parceiros. Há ainda, segundo o órgão, evidências de que o vírus permanece mais tempo no sêmen do que se pensava.

Leia também:  Ataque terrorista em restaurante de país africano deixa 18 mortos e 10 feridos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.