Foto: assessoria
Foto: assessoria

O candidato a prefeito Rogério Salles 45, da coligação “Rondonópolis merece mais”, que reúne os partidos PSDB, PSB, PSD, PP, PROS e DEM, se reuniu com a direção da ACIR – Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis e do Observatório Social na manhã desta terça-feira (6), no auditório da associação onde recebeu e assinou o “Termo de Compromisso de Transparência e Controle” da gestão publica, encaminhado por estas importantes entidades representativas.

O presidente da ACIR, empresário José Luiz Gonçalves Ferreira e o coordenador do Observatório Marcos Antônio Baraldi, fizeram a entrega do documento ao candidato com as demandas levantadas pelas instituições, mas na verdade, os 27 itens elencados na proposta recebida, já estavam contemplados no projeto de governo do futuro prefeito, como transparência na gestão, operacionalização de obras, segurança e mobilidade urbana, entre outros.

Leia também:  Taques trabalha aproximação a Jayme

De acordo com o presidente, a entidade pretende conhecer as propostas dos candidatos, apresentar as suas demandas e tentar estabelecer parcerias com as futuras administrações. “Entre outras coisas nós gostaríamos de conhecer e saber sobre as prioridades e o compromisso de transparência na gestão com relação à aplicação dos recursos públicos”, explicou José Luiz.

O candidato Rogério Salles, sinalizou positivamente às demandas apresentadas mormente às de responsabilidade do poder público municipal, e assinou o ‘Termo de Transparência e Controle proposto’. “Para mim, será sempre um enorme prazer ter a Associação Comercial e o Observatório Social como parceiros na administração pública. Até porque eu vejo como essencial que todos os segmentos da sociedade devem assumir compromisso de auxiliar na gestão, contribuindo com ideias e fiscalizando a administração. E o gestor público deve ouvir suas propostas e demandas e coloca-las em pratica sempre que possível. Outro ponto positivo é que as demandas apresentadas aqui convergem integralmente com o nosso plano de governo de modernizar a gestão pública, assentada justamente na questão da transparência, ética e controle dos gastos públicos. Se eleito, seremos grandes parceiros, eu não tenho dúvidas”, finalizou Rogério.

Leia também:  Portaria confirma Alencar como procurador-adjunto
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.