Cerca de 130 estudantes liderados pelo Grêmio Estudantil, que ocupam desde a noite de ontem (20) o campus do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), seguem com as manifestações. De acordo com a direção do local, as informações repassadas são de que a paralisação é diária e que todo dia ocorrerão assembleias para decidir pela continuidade ou não do movimento.

Os motivos da ocupação são a reforma do ensino médio realizado sem consultar o setor e a PEC 241 que estabelece o teto de gastos em várias áreas pelo período de 20 anos.

De acordo com um dos alunos que faz parte do movimento, o objetivo é chamar a atenção para indignação em relação ao congelamento de investimentos, principalmente na área da educação.

Leia também:  Força Tática recebe Moção de Aplauso em comemoração aos 10 anos do grupamento

O movimento segue por tempo indeterminado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.