A semeadura da soja alcançou 42,27% no estado de Mato Grosso (MT), porém, com o ritmo dos trabalhos na última semana sendo inferior ao das semanas anteriores. A principal justificativa se deu pelo recuo no volume de chuva na maioria das regiões, conforme divulgou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Apesar de o sudeste e o noroeste terem indicado volumes que possibilitaram bons avanços, nas demais regiões a pausa da chuva por alguns dias impactou na semeadura, mas, ainda assim, com percentuais já semeados sendo superiores aos de 2015.

Conforme o Instituto a situação mais delicada ocorre no nordeste do Estado, com apenas 8,89% da área total a campo. Nesta região, os principais municípios produtores apresentam mais de duas semanas sem precipitações e por isso os agricultores estão evitando avançar na semeadura na tentativa de reduzir o risco de grandes áreas ressemeadas.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (19/06/17) em Rondonópolis

As previsões climáticas indicam aumento das chuvas nas próximas semanas, caso isso se confirme, o ritmo dos trabalhos poderá se intensificar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.