Imagem: AL trasição
Foto: assessoria

A comissão formada para conduzir a transição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa promoveu nesta sexta-feira (25), a primeira reunião de trabalho.

Na oportunidade, a equipe do atual presidente, Guilherme Maluf (PSDB), do futuro presidente, Eduardo Botelho (PSB), e representantes das secretarias do Poder Legislativo começaram a estabelecer o cronograma de trabalho, que deve ser concluído em meados de janeiro.

Entre as atribuições da comissão, está a de fazer um raio-x da Casa de Leis e elaborar um relatório que será repassado ao próximo presidente e a Mesa Diretora, com informações como: número de servidores efetivos, comissionados, gasto mensal e anual com folha de pagamento, contratos em andamento, quantidade de imóveis e carros, entre outros.

Leia também:  Sebastião Rezende entrega minuta de decreto para ajudar comunidades terapêuticas

“Essa foi a primeira reunião após a publicação da portaria que criou a comissão de transição entre a atual e a próxima Mesa Diretora. A finalidade da comissão é fazer o raio-x para que a gestão que está por vir tenha a análise de tudo que está em andamento”, afirmou Newton Evangelista, secretário de Controle Interno.

A publicação determinou a participação na comissão, do controlador interno, da procuradora-geral e do contador da Casa de Leis, além de representantes da atual e da próxima Mesa Diretora.

Diante de uma resolução publicada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) em abril deste ano, se tornou obrigatória a transição também no Poder Legislativo, como já acontece no Executivo estadual e municipal.

Leia também:  Cursos de Gestão Pública tem presença expressiva de acadêmicos

Representante do atual presidente, Leonardo Epaminondas lembrou que a transição é importante e que o trabalho será feito em conjunto, com as informações sendo passadas com celeridade.

“Vamos fazer um trabalho coeso, e repassar as informações de forma rápida. Será uma continuidade na gestão, pois o futuro presidente Eduardo Botelho já faz parte da atual Mesa Diretora e o atual presidente Guilherme Maluf será o primeiro-secretário. O trabalho será realizado para que o próximo gestor tenha conhecimento documental da situação do Poder Legislativo”, disse.

Já o representante do futuro presidente, Ricardo Adriane, disse que a primeira reunião deu início aos trabalhos e foi feita uma agenda de trabalho.

“É importante para que os deputados da nova Mesa Diretora tenham conhecimento e a situação da Casa de Leis em mãos. Será uma ação tranquila porque é uma gestão de continuidade, e que possamos fazer o trabalho de desenvolvimento nos próximos dois anos”, disse.

Leia também:  Janot recusa transmitir cargo para sua sucessora Raquel Dodge
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.