Imagem: APNEIA DORMIR RONCO
Foto: Internet

O sono é responsável por manter o equilíbrio de todo o metabolismo durante o dia e, é nesse momento, que acontece o descanso completo da mente e do corpo. Isso acontece porque o corpo libera hormônios, como o do crescimento e da saciedade, que interferem em todo metabolismo. Por isso que uma noite mal dormida causa muita sonolência durante o dia, a atenção e o raciocínio ficam comprometidos, reduz a memória, além de estimular o ganho de peso e a depressão. E uma das causas mais comuns que atrapalham uma noite de descanso é a apnéia do sono.

A apnéia do sono é um distúrbio grave que acontece quando o indivíduo está dormindo. A respiração é interrompida por alguns segundos muitas vezes na mesma noite. Existem dois tipos: apnéia obstrutiva do sono e apneia do sono central. A primeira é o tipo mais comum e consiste no relaxamento dos músculos da garganta e interrompendo o processo de respiração. Ela acontece devido a obstrução do canal respiratório, por isso o nome apnéia obstrutiva do sono.

Leia também:  Como fazer exercício para turbinar (e não sabotar) a imunidade

Já a apnéia do sono central é quando o cérebro não consegue transmitir sinais para os músculos da respiração. Ela acontece por causa da insuficiência cardíaca, por conta de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), alguma lesão de tronco traumática, entre outros fatores.

Apesar de ser um problema que pode atingir pessoas de qualquer idade, geralmente as pessoas com mais de 50 anos do sexo masculino são as mais afetadas. É importante estar atento aos sinais como ronco alto, irritação, impaciência, esquecimentos, sonolência excessiva durante o dia, acordar durante a noite com falta de ar ou com a boca seca, entre outros. Se os sintomas permaneceram por muitos dias é importante procurar um médico.

Leia também:  A receita da longevidade, segundo um Prêmio Nobel de medicina

O tratamento para apnéia do sono tem o objetivo de deixar livre as vias respiratórias. Geralmente não existem medicações para o problema, mas quando o caso é simples um aparelho ortodôntico pode resolver. Já em outros casos, cirurgias no nariz ou na cavidade óssea e até a buco maxilo facial (aqui) são as melhores opções. Mas antes é importante que o problema seja identificado e orientado por um especialista sobre o melhor tratamento.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.