O número de mortos após o desabamento de parte das obras da construção de uma central elétrica na província de Jiangxi, no sudeste da China, subiu nesta sexta-feira (25) para 74, segundo informaram as equipes de resgate.

Outras duas pessoas ficaram feridas e até a noite de ontem, 68 vítimas tinham sido identificadas, em um acidente que ocorreu na manhã de quinta-feira, na cidade de Fengcheng, de acordo com publicação da agência oficial “Xinhua”.

Imagem: desabamento em empresa chinesa mata dezenas de pessoas
Foto: Reuters/Stringer

A maioria das vítimas, que estavam trabalhando no momento do acidente, tinha nascido após o ano de 1980, com a mais jovem de 23 anos e a mais velha de 53.
A plataforma de uma das torres de refrigeração da central elétrica estava sendo construída quando desabou sobre mais de 70 pessoas que trabalhavam no local.
Ambulâncias, bombeiros e outras equipes de resgates seguiram para o local logo após o acidente.

Leia também:  Garoto capturado pelo Estado Islâmico há 3 anos é reconhecido em foto e reencontra família

As primeiras informações divulgadas pelos meios de comunicação oficiais situaram em 22 o número de mortos pelo desabamento, porém posteriormente o mesmo subiu para mais de 40 e, após localizar a maior parte dos corpos, a apuração aumentou de novo até 67, para hoje chegar a 74.

Apesar dos sucessivos endurecimentos das normas de segurança no trabalho, a falta de medidas de segurança causa milhares de mortes a cada ano na China, onde os controles tendem a ser escassos e algumas empresas ignoram os padrões de prevenção na busca de maiores lucros.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.