Imagem: glicemia
Foto: Divulgação

Mais de 32% dos brasileiros que disseram não sofrer de diabetes nunca mediram o nível de glicemia, de acordo com uma pesquisa encomendada pela SBD (Sociedade Brasileira do Diabetes) realizada pelo Ibope. A glicemia alta é o principal indicativo da ocorrência de diabetes. Para o levantamento, foram ouvidas 2.002 pessoas de mais de 40 cidades do Brasil.

O levantamento também mostrou um dado preocupante: mais da metade dos entrevistados (51%) com diabetes não sabiam que a doença pode causar cegueira. Outros 34% não tinham conhecimento que a condição pode desencadear o chamado “pé diabético” — feridas nos pés que podem levar à amputação do membro.

Para o endocrinologista da SBD Marcio Krakauer os resultados da pesquisa mostram que o diabetes “ainda é um assunto que precisa de atenção”.

Leia também:  “Fonte da juventude” é achada no intestino de idosos saudáveis

— Os desafios para combater essa doença atingem toda a sociedade, pacientes e profissionais da área.

De acordo com o especialista, as ações de conscientização realizadas pelas sociedades como a SBD ajudam a combater a desinformação sobre o diabetes. No entanto, a incidência da doença só será reduzida significativamente por meio de ações efetivas do poder público.

— Pessoalmente, sou a favor de proibir a farinha branca, o açúcar, reduzir ao máximo a quantidade de gordura saturada nos alimentos e taxar as pessoas que não fazem exercícios.

O diabetes resulta na não produção do hormônio que controla a glicose no sangue, chamado insulina, ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose, que o organismo por meio dos alimentos, como fonte de energia. Se esse quadro permanece por longos períodos, pode have danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Leia também:  Saiba como está a pesquisa da vacina brasileira contra a dengue

Existem dois tipos de diabetes: o tipo um, que é uma doença autoimune, não tem ligação genética forte, tem início abrupto e geralmente se manifesta na infância ou adolescência. Já a do tipo dois, que acomete cerca de 90% das pessoas que tem diabetes, tem fatores genéticos, está muito ligada a obesidade, tem início sem sintomas e pode ser evitada com estilo de vida saudável.

Diabetes afeta mais de 15 milhões

Mais de 16 milhões de brasileiros sofrem de diabetes e a doença mata 72 mil pessoas por ano no Brasil, segundo OMS. O diabetes provoca a morte de 72.200 brasileiros com mais de 30 anos e representa 6% de todas as mortes. O excesso de glicose no sangue é responsável por mais de 106.600 mortes no Brasil.

Leia também:  Existe posição sexual ideal para quem quer engravidar?
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.