Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, afirmou nesta quarta-feira (14) que matou pessoalmente supostos criminosos quando era prefeito de Davao, principal cidade do sul do país, com o objetivo de dar o exemplo à polícia.

Duterte fez o comentário em um discurso para empresários ao mencionar a campanha para erradicar o narcotráfico, uma operação que provocou a morte de milhares de pessoas desde que ele tomou posse como presidente, em 30 de junho.

Imagem: presidene da Filipinas
Foto: Samrang Pring/Reuters

Ao citar as pessoas mortas pela polícia na atual guerra contra o narcotráfico, Duterte disse que havia liderado uma política similar quando era prefeito de Davao, que ele governou por duas décadas.
“Em Davao eu costumava fazer pessoalmente. Apenas para mostrar aos jovens (policiais) que, se eu podia fazer, por que vocês não poderiam”, afirmou Duterte em um discurso no palácio presidencial.
“Saía por Davao em uma motocicleta, com uma moto enorme ao lado, para patrulhar as ruas, e também procurando problemas. Realmente estava procurando um confronto para poder matar”.

Leia também:  Curto circuito causa incêndio em escola e mata mais de 20 pessoas na Malásia

Duterte, um advogado de 71 anos, também respondeu às críticas dos organismos de defesa dos direitos humanos e do presidente americano Barack Obama sobre sua brutal campanha contra o narcotráfico e afirmou que vai prosseguir com sua política.
“Se pensam que vou parar porque tenho medo dos grupos de direitos humanos e caras como Obama, desculpe, eu não vou fazer isto”, disse.

Diante de expatriados filipinos durante uma visita ao Camboja na terça-feira, Duterte fez piada sobre o tema, ao contar que quando era prefeito acompanhava os policiais e atirava contra suspeitos.
“Às vezes eu ia com eles. Se vocês dizem que eu matei alguém, talvez eu tenha feito isto. Fechava os olhos porque tinha medo de atirar”, disse Duterte.

Leia também:  Para conscientização, presidente da Coreia do Sul adota cão abandonado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.