Imagem: bebe tem queimaduras após usar protetor infantil
Reprodução/Facebook

Uma mãe de Queensland, na Austrália, diz que um protetor solar causou uma erupção terrível em seu bebê que precisou ficar internado por duas noites. Jessie Swan disse que o filho de três meses não estava no sol, e que a vermelhidão foi causada quando ela levou o bebê ao ar livre após passar um protetor fator 50, da Peppa Pig, de uma ONG que combate o a câncer.

“Não compre esse protetor solar. Ele não estava no sol, ele estava simplesmente ao ar livre, então eu coloquei o protetor nele só para previnir”, afirmou a mãe ao divulgar a foto do menino nas redes sociais. O caso teve muita repercussão, e outros pais afirmaram que os filhos tiveram reações ao produto, mas nenhuma tão severa.

Leia também:  Países apostam em faixa de pedestre em 3D para diminuir atropelamentos

Segundo a “ABC”, a organização sem fins lucrativos disse que irá investigar o que houve. “Nós gostaríamos de tranquilizar todos que nosso protetor solar foi formulado para ser adequado para a pele delicada. O caso será resolvido o mais rápido possível”, afirmaram.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.