Imagem: mexico pede que israel se desculpe por apoio ao muro
Foto: Pablo Martinez Monsivais/AP Photo

A chancelaria mexicana pediu nesta segunda-feira (30) que Israel se desculpe pelo apoio do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ao muro que o presidente americano Donald Trump pretende construir na fronteira e considerou que as explicações que Tel Aviv deu ao México por esta declaração são “pouco aceitáveis”.

“Estamos esperando que haja um esclarecimento, uma retificação. Creio que uma desculpa seria algo apropriado neste caso”, declarou o chanceler Luis Videgaray falando à Televisa.
Netanyahu saudou no sábado, em um tuíte, o anúncio feito pelo presidente americano sobre a construção de um muro na fronteira com o México. “O prediente Trump está certo.

Eu construí um muro ao longo da fronteira sul de Israel. Isto deteve toda a imigração ilegal. Grande sucesso. Grande ideia”, postou ele, arrematando sua mensagem com duas bandeiras, uma americana e outra israelense.

Leia também:  Jurado do reality "The X Factor" é internado após cair de escada

O novo presidente republicano assinou na quarta-feira passada um decreto que fixa como objetivo “garantir a segurança na fronteira sul dos Estados Unidos com a construção imediata de um muro”.
Em entrevista à emissora americana Fox News na quinta-feira, Trump justificou sua decisão, dando como exemplo Israel que, segundo ele, conseguiu “frear em 99,9%” a imigração ilegal construindo um muro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.