Prefeito José Carlos entrega aos vereadores proposta de aumento do PCCS - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Prefeito José Carlos entrega aos vereadores proposta de aumento do PCCS – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

O prefeito Zé Carlos do Pátio, entregou nesta terça-feira (31), nas mãos do líder do seu governo na Câmara, Juary Miranda, o Projeto de lei para o pagamento da reposição integral do Reajuste Geral Anual (RGA) dos servidores da prefeitura de Rondonópolis. O reajuste equivale a 6,58% de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O reajuste será retroativo a janeiro de 2017 e agora segue para aprovação na Câmara do vereadores.

 

Para o prefeito o reajuste só será pago, por ter feito corte de gastos. “Cortamos vários serviços contínuos, enxugamos áreas ocupadas por servidores comissionados, fizemos um ajuste para garantir a reposição salarial dos servidores.”, aponta.

Leia também:  Projeto “O Rio é Nosso” reuniu mais de 1,6 mil voluntários para limpeza do Ribeirão Arareau
Prefeito José Carlos entrega ao Vereador Juary a proposta no reajuste do PCCS - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Prefeito José Carlos entrega ao Vereador Juary a proposta no reajuste do PCCS – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Para o vereador Juary, “ Eu vejo como um avanço do governo municipal, a ação do prefeito no seu primeiro mês, procurando respeitar a legislação, o trabalho do servidor público, vemos o compromisso do gestor. Com certeza o projeto será aprovado, afinal é um anseio da comunidade profissional e dos vereadores que já vinham cobrando. Creio que não teremos dificuldade nesse projeto de lei”, supõe o líder.

Prefeito José Carlos do patio e o representante do sindicato - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Prefeito José Carlos do patio e o representante do sindicato – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Já para Renato Duarte, representante do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), o esforço foi comum entre o Sindicato e a Prefeitura para este pagamento. Segundo o representante, em breve será realizada uma análise financeira por parte do poder público para rediscutir o enquadramento dos profissionais da educação ao novo Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV).

Leia também:  Secretaria realiza confraternização especial para cerca de 500 idosos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.