Imagem: INFILTRAÇÃO NO  FORRO DO PRÉDIO
Infiltração no forro do prédio – Foto Assessoria

Devido aos danos causados antes da entrega provisória da obra de construção da nova Sede da Prefeitura Municipal de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá), o prefeito municipal, Gustavo Melo (PSB), determinou suspensão até que os problemas sejam solucionados. Em reuniões no mês de janeiro deste ano com os secretários de administração e obras e o setor de engenharia, o chefe do executivo deu encaminhamentos com a apuração de irregularidades atribuídas à empresa PPO Pavimentações e Obras.

Na última terça-feira (7), uma nova vistoria foi realizada no prédio da construção da sede do executivo municipal. O laudo aponta a existência de goteiras e infiltrações nas paredes, janelas e portas. O mesmo documento cita que a obra foi alvo de vandalismo com um início de incêndio. O ato provocou danos na pintura e nos canos da rede de esgoto. Foi constatado ainda a quebra de diversas lâmpadas, luminárias de emergências e forro. Um boletim de ocorrências foi registrado na Polícia Judiciária Civil do município.

Leia também:  Condutor e passageiro são presos com 135 kg de cocaína em fundo falso de caminhonete

De acordo com o contrato (123/2014), o prazo de execução da obra venceu no dia 22 de dezembro de 2016 com vigência do contrato até 31 de dezembro do mesmo ano, porém, a obra ainda não foi concluída e recebida provisoriamente.

Imagem: INÍCIO DE INCÊNDIO NO ESTACIONAMENTO DA PREFEITURA #1
Início de incêndio no estacionamento da Prefeitura – Foto: Assessoria

Em outro processo administrativo para apurar os motivos que atrasaram o cronograma físico-financeiro, foi detectado a falta de mão de obra e material. Conforme relatório técnico, uma equipe esteve no local para fazer a avaliação, onde detectaram falta de acabamentos em portas, janelas, parede, rodapé, falta de instalações elétricas, hidráulicas, pintura, aplicação de piso de borracha entre outras inconformidades.

No início deste ano, vários trabalhadores e empresas que prestaram serviços na construção da prefeitura procuraram o novo chefe do executivo, informando que ainda não receberam. Em setembro do ano passado, a falta de pagamento gerou um movimento grevista por parte dos trabalhadores, onde fecharam a Avenida Carlos Hugueney, em frente ao novo prédio.

Leia também:  Piloto de avião e mais dois são presos com 240 kg de cocaína em MT
Imagem: INÍCIO DE INCÊNDIO NO ESTACIONAMENTO DA PREFEITURA #2
Início de incêndio do estacionamento da prefeitura – Foto: Assessoria

Orçada em R$ 5.319.427,51, a obra gera mais de seis milhões de reais aos cofres públicos. Iniciada parcialmente no final do mês de agosto de 2014, a construção tem mais de 4.400 m² e possui aproximadamente 70 salas que irá abrigar secretarias e departamentos do executivo municipal. O paço inclui também auditório, conjunto de banheiros, área de recepção e estacionamento térreo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.