Imagem: explosão em Cabul
Foto: AP Photo/Rahmat Gul

Várias pessoas ficaram feridas nesta quarta-feira (1º) em atentados contra a polícia e um centro de inteligência em Cabul, no Afeganistão, reivindicados pelos talibãs, informou o Ministério do Interior. O primeiro atentado foi lançado com um carro-bomba e o segundo, cinco minutos depois, foi provocado por um suicida, acrescentou o porta-voz do ministério do Interior, Najibullah Danish.

O primeiro ataque, o mais violento, foi lançado no oeste de Cabul por um “suicida ao volante de um carro-bomba às 12h30 (5h de Brasília) na delegacia de polícia PD6”, disse. Depois da explosão do carro-bomba foi registrado um tiroteio, acrescentou.

“Não podemos confirmar que tenha sido um ataque complexo” que teria permitido que os criminosos entrassem na delegacia, disse o porta-voz. Outra fonte dos serviços de segurança disse que um homem armado conseguiu entrar no edifício.

Leia também:  Vírus da zika pode matar células de tumor cerebral

“O segundo ataque foi lançado cinco minutos depois do primeiro, às 12h35 locais (5h05 de Brasília), por um suicida a pé contra um centro dos serviços de inteligência (NDS) no sudeste da cidade”, acrescentou o porta-voz.

Um criminoso foi abatido quanto tentava entrar no edifício da NDS, indicaram fontes de segurança que pediram o anonimato.

O porta-voz dos talibãs, Zabibullah Mujahid, reivindicou os atentados em uma mensagem divulgada pelo Twitter. Dois ataques “começaram contra a delegacia PD6 e um importante centro de inteligência em Cabul”, afirmou o porta-voz.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.