11 de maio de 2021
Mais
    Capa Notícias Brasil Comerciantes proibem adolescentes não acompanhado dos pais de entrar em Shopping...

    Comerciantes proibem adolescentes não acompanhado dos pais de entrar em Shopping de SP

    Esse movimento não gera lucro para os comerciantes, muito pelo contrário - Foto: Shopping Iguatemi/Divulgação
    Esse movimento não gera lucro para os comerciantes, muito pelo contrário – Foto: Shopping Iguatemi/Divulgação

    Desde o dia 25 de março o Shopping Iguatemi, em São Carlos (SP), está barrando a entrada de adolescentes desacompanhados dos pais ou responsáveis aos fins de semana.
    A medida, segundo a assessoria de imprensa do centro de compras, foi tomada prezando a segurança e tranquilidade dos adolescentes, clientes, colaboradores e também dos lojistas, que relataram ao G1 que o grande fluxo de jovens aos sábados e domingos atrapalhava as vendas.

    “Esse movimento não gera lucro para os comerciantes, muito pelo contrário. Quem iria com o intuito de passear e gastar simplesmente não ia por conta da bagunça. A cidade é precária no quesito lazer, todos entendemos e concordamos, mas isso não é culpa do shopping”.

    A maquiadora disse que procurou a Polícia Civil para denunciar o caso - Foto: Thalita Piassi/Arquivo pessoal
    A maquiadora disse que procurou a Polícia Civil para denunciar o caso – Foto: Thalita Piassi/Arquivo pessoal

    Com a adoção da medida, surgiram relatos de pessoas barradas e teve início uma discussão nas redes sociais.
    A maquiadora Thalita Piassi contou no Facebook que, no dia 25, levou a sobrinha e uma amiga ao shopping e, em um momento de separação, um segurança colocou as duas adolescentes para fora.

    Indignada, ela relatou que decidiu questionar a atitude. “Fui até o segurança e perguntei o que estava acontecendo e ele me olhou com uma cara esnobe e perguntou o que eu ia consumir no shopping. Gostaria de poder entender, porque eu não tenho que dar satisfação para o segurança do que eu vou gastar ou não”.

    “Os adolescentes vão ao cinema, comer lanche, eles estão consumindo. Os pais dão dinheiro para os filhos, ninguém deixa uma criança ir para o shopping sem R$ 1 no bolso. O pessoal tem que ter isso em mente”, defendeu.

    “O shopping entrou com um pedido para que a Justiça determinasse a proibição da entrada dos menores. Acontece que essa medida não teve andamento, devido ao direito de ir e vir dos cidadãos”