A Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis, divulgou o balanço de janeiro a junho deste ano, com 51 casos confirmado de sífilis no município.

De acordo com a gerente do Departamento de Ações Programáticas da Secretaria Municipal de Saúde, Mariúva Valentim Chaves, deste total, 27 casos são em gestantes, 10 em adultos e 14 casos de sífilis congênita (onde a doença é transmitida durante a gestação).

Mariuva Valentin - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Mariúva Valentim – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

“A mulher que for diagnostica durante a gestação, vai iniciar o tratamento com medicação e o bebê vai nascer sem nenhum problema, caso contrário não faça o tratamento, a criança acaba nascendo com deficiência física, deficiência visual, com baixo peso e pode até vir a óbito durante o parto. Essa é uma doença fácil de ser tratada e eliminada, é seguir corretamente o tratamento. ” Ressaltou Mariúva.

Leia também:  Programação do 2º Festival Esportivo das Águas inclui aeromodelismo, aulões e jogos ao ar livre

Atualmente a secretária conseguiu implantar nas mais de 30 unidades de saúde do município, o teste rápido para detecção de doenças sexualmente transmissíveis (HIV, Sífilis, Hepatite B e C), que dura vinte minutos e o usuário tem o resultado de forma confidencial por profissionais capacitados para toda orientação ao paciente, lembrando que a melhor forma de prevenção é o uso de preservativo masculina ou feminina durante a relação sexual.

Imagem: sifilis
Reprodução

Hoje, é obrigatório toda gestante fazer o teste VDRL e que é fornecido gratuitamente pela rede de saúde.

Em 2016 em Rondonópolis, foram registrados 19 casos de sífilis congênitas e se comparado com o primeiro semestre de 2017 os casos chegam a 14, o que de certa forma é alarmante, evoluiu de forma muito rápida e é uma doença silenciosa.

Leia também:  Receita Municipal informa que ITR deve ser declarado a partir do dia 14

Quanto mais cedo for descoberta, mais rápido é o tratamento e qualquer pessoa pode realizar o teste, ficou na dúvida? Vá até uma unidade de saúde e realize o teste rápido.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.