A Polícia Judiciária Civil de Alto Araguaia, através do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) e com apoio dos policiais plantonistas da Delegacia da cidade deu cumprimento ao mandado de prisão contra Kaynan Kaic Ferreira Santos, 21, apontado como autor de um roubo a residência no município.

O crime ocorreu na manhã de 23 de dezembro de 2017. A vítima dormia em sua residência, na região central da cidade, quando foi surpreendida em seu quarto, por dois homens armados. Após anunciarem o assalto, os criminosos exigiram as chaves da caminhonete Toyota Hilux, que estava na garagem da casa.

A vítima que trabalhava como médico na cidade se negou a entregar as chaves e foi brutalmente agredido com socos e coronhadas. Ao perceberem a movimentação de outras pessoas que estavam na casa, os suspeitos fugiram levando uma coleção de relógios, aparelhos celulares e as chaves da casa da vítima.

Leia também:  Primavera do Leste | Prefeitura divulga programação do carnaval popular

A investigação seguiu sob a responsabilidade da equipe de policiais civis do NIO, que conseguiu chegar a identidade dos criminosos. Diante dos indícios de autoria, foi representado pelo prisão preventiva do suspeito que foi prontamente deferida pela Justiça.

O mandado conta o suspeito foi cumprido no final da tarde de sexta-feira (28), um ano após o roubo, no bairro Vila Aeroporto, em Alto Araguaia. O cumprimento do mandado de prisão foi realizado na Delegacia de Polícia Civil de Alto Araguaia, sob a coordenação do delegado José Mauro Dias de Souza.

O suspeito segue preso, a disposição da Justiça, na Cadeia Pública de Alto Araguaia. O comparsa continua foragido.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.