O CT Ninho do Urubu, onde aconteceu um incêndio no começo do mês que fez 10 vítimas fatais e três feridos, está interditado para qualquer atividade. Na manhã desta quarta-feira, o local de treinamentos do Flamengo recebeu a visita de autoridades municipais. A informação é do “O Globo”. O clube ainda não se pronunciou.

Membros da secretaria municipal da Fazenda, da Ordem Pública e do Ministério Público, juntamente com a Guarda Municipal, foram ao Ninho do Urubu, em Vargem Grande, para que fosse cumprida uma ordem de 2017. No último dia 15, em uma reunião entre Flamengo e órgãos públicos, a Prefeitura do Rio havia ressaltado o pedido feito anteriormente para que o CT fosse interditado.
Após tal encontro, questionado sobre a possível interdição, Rodrigo Dunshee, vice do Flamengo, afirmou que poderia recorrer da decisão.

– Decisão administrativa cabe recurso. Se eu quiser recorrer, vou recorrer. Estou no prazo para algumas coisas. Só acho que essa questão é colateral. Temos campos de futebol que não oferecem risco a ninguém – disse, pouco antes de deixar o local.

Até o momento, uma decisão judicial proibia apenas que crianças e adolescentes permanecessem no Ninho do Urubu. Vale lembrar que, desde o incêndio, o elenco profissional não deixou de usar o CT, realizando treinos, inclusive, no dia seguinte ao incidente.

O treino desta quarta-feira, último antes da partida contra a Portuguesa, pela segunda rodada da Taça Rio, estava marcado para esta tarde, mas, à imprensa, ainda não foi comunicada nenhuma alteração.

No última dia 8, um incêndio atingiu a estrutura onde funcionava o alojamento das categorias de base do Flamengo e 10 jovens morreram, além de três terem ficado hospitalizados.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.