Imagem: Thiago S FEDERALIZAÇÃO HR
Foto: assessoria

O deputado estadual Thiago Silva – MDB declarou apoio irrestrito para proposta que prevê a federalização dos Hospitais Regionais de Rondonópolis e Sinop. A questão foi discutida em reunião com a administração da Universidade Federal de Rondonópolis – UFR. O encontro aconteceu na segunda-feira (25), na sede da instituição.

O parlamentar, que é presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, ouviu dos gestores que a intenção é transformar as duas unidades em Hospitais Universitários, o que de acordo com a pró-reitora da UFR, Analy Castilho Polizel possibilita o contato direto dos estudantes com prática do dia- dia, melhora consideravelmente a qualidade no atendimento e possibilita aumento no fluxo de atendidos. “Eu vejo que todos saem ganhando. Mais recursos serão captados, uma vez que a união passará a enviar. Melhora ainda a efetividade do ensino, da pesquisa de extensão e evolve todos os cursos da área da saúde. Seria um ganho sem precedente para a população”, destaca.

Na avaliação de Thiago Silva a federalização é o melhor caminho para os hospitais estaduais. O deputado lembra que o número de profissionais será ampliando e os serviços oferecidos terão mais eficiência. “É um salto grande para saúde Mato Grosso. Os dois hospitais são referência para dezenas de cidades, mas não tem capacidade para oferecer excelência no atendimento. Com a federalização muda muito. O Estado ganha um parceiro para ajudar a custear as unidades, dezenas de futuros profissionais da saúde terão condições auxiliarem profissionais e com toda a certeza a população terá atendimento mais digno. Vamos reunir com o governo, bancada federal e trabalhar pela aprovação desta proposta”, frisa.

Uma comissão de avaliação e levantamento já foi criada e é composta por membros da Secretaria de Estado da Saúde, Universidade Federal de Rondonópolis, Universidade Federal de Mato Grosso – campus Sinop e Assembleia Legislativa. A proposta tramita na Ebserh – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, que é vinculada com o Ministério da Educação.

Outras demandas

Os presentes ainda pediram ajuda do deputado para dar celeridade no processo criação efetiva dos cargos e funções da instituição. Só depois deste processo um reitor temporário será nomeado e após essa nomeação será criado enfim o Cadastro Nacional Pessoa Jurídica – CNPJ da UFR. “No papel a UFR ainda não existe. Isso impacta no acesso a recursos, implantação de novos cursos, contratação de pessoal. Já estamos em contato com Brasília, a UFR precisa de autonomia financeira, caso contrário ficará em dificuldade para expansão de novos”, explica Thiago.

Outra demanda apresenta foi a pavimentação de algumas ruas da unidade, que dão acesso a laboratórios. A falta do pavimento dificulta o acesso de alunos portadores de deficiência. “São poucas ruas. Vou propor ao Estado uma indicação a fim de firmar uma parceria com a UFR”, conclui.

Identificação

Thiago Silva foi um dos personagens que contribuíram para a criação da UFR e participou intensamente da emancipação da UFMT. Foi membro do Comitê Pró-Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) e Presidente da Comissão Pró-UFR.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.