Imagem: avião russo cai em mar
Reprodução

Um menino de 12 anos viajou sem documentação necessária e sozinho do Aeroporto Internacional Afonso Penso, no Paraná, para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, nesta semana.

O voo ocorreu na última segunda-feira (15), em um avião da Latam. Em nota, a companhia disse que “a segurança é um valor imprescindível” e, por isso, está colaborando com as autoridades na investigação do caso, “que ainda não tem previsão de término”.

A Latam disse, também, que esteve em contato com os responsáveis do menor após a notificação da quebra de segurança de voo nacional, e que prestou assistência para o retorno da criança a Curitiba, segundo a companhia, no mesmo dia.

Por sua vez, a Infraero informou que “colaborará com as autoridades policiais para esclarecer o fato em questão, ao mesmo tempo em que reforçará seus processos de segurança na sua rede de aeroportos”.

Autorização

O menores de idade podem viajar sozinhos ou desacompanhados de um dos pais ou responsáveis, desde que apresentem, na hora do embarque ou do ckeck-in, a documentação e autorizações necessárias.

Para adolescentes entre 12 e 15 anos em viagens nacionais, é obrigatória a apresentação de documento de identificação civil com foto (como RG ou passaporte) e autorização judicial (válida por no máximo 2 anos, conforme autoridade judicial).

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.