Imagem: 1562632811 foto valdeir
Presidente do Sintep, Valdeir Pereira – Foto: Sintep

Uma audiência de conciliação entre o Governo do Estado de Mato Grosso (MT) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública de Mato Grosso (Sintep) aconteceu nessa segunda-feira (8), em Cuiabá (MT).

De acordo com o Sintep-MT, o executivo afirmou que vai pagar os pontos cortados em razão da greve que dura há mais de 40 dias. Conforme informações, o governo assume o compromisso de que os salários de maio e junho seriam repostos na modalidade de parcelamento, com 50% na folha de 26 de julho, e 50% em 26 de agosto, havendo fluxo de caixa poderão antecipar. Os salários de julho seriam pagos dentro da metodologia já adotada pela gestão Mauro Mendes, no dia 10 de agosto. Também se comprometeu em não cortar os salários dos grevistas neste mês.

Sobre a lei 510, que dobra o poder de compra, o governo fez o compromisso de sentar com o Sintep a cada quadrimestre para avaliar a evolução da receita e os ajustes que estão sendo feitos pela gestão Mauro Mendes e tendo possibilidade será feito o pagamento.

O presidente do Sintep, Valdeir Pereira, disse que uma assembleia da categoria deve ser realizada atá a próxima quinta-feira (11), onde a proposta do governo será apresentada e votada.

De acordo com o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o Sintep sinalizou positivamente para as propostas do Estado. A expectativa do Governo é de que os professores retornem às salas de aula já na segunda-feira (15).

 

 

 

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.