Joelma está completando 25 anos de carreira e, para comemorar a data, vai gravar um DVD no dia 12 de novembro. A gravação vai acontecer em Goiânia, cidade que a cantora escolheu para viver desde março de 2018 e onde, segundo ela mesma, encontrou uma nova família, além de amigos os quais considera irmãos.

Diante de tantas conquistas, mudanças e até a saída conturbada da Banda Calypso, Joelma faz um balanço sobre essa árdua porém vitoriosa caminhada.
Tudo começou com um sonho de querer mostrar a minha cultura, que é o que me move. Sou completamente apaixonada pela cultura do Pará e queria poder mostrar isso. Vinha muito forte dentro de mim que se eu mostrasse esse ritmo, o público ia gostar. A princípio, a gente pensou em 10 mil cópias de CDs, era meu sonho. E a gente passou de 17 milhões. Eu só tenho que agradecer, foi muito além do que imaginei, do que pensei…

Joelma relembrou do momento difícil em que decidiu seguir carreira solo após o término do relacionamento com o marido, Chimbinha, que era guitarrista da Banda Calypso. Apesar de tudo, hoje, ela enxerga essa mudança como algo positivo não só na vida profissional, como na pessoal.
— Foi melhor em tudo, com certeza! [risos]. No meu olhar, no meu sorriso… Na hora a gente não entende porque as coisas acontecem, mas depois você reflete e pensa: “Caramba! Isso foi muito bom pra mim, em todos os aspectos”. Depois que saí da Calypso, tive que começar uma nova trajetória e isso me fortaleceu muito. Hoje, eu mergulho em qualquer tipo de projeto, não tenho receio de me reinventar, de criar, de recomeçar qualquer coisa.

A cantora aproveita para fazer uma autoanálise e comparar a Joelma de hoje com a de 25 anos atrás.

— Acho que voltei a ser criança [risos]. Eu brinco com tudo, rio de tudo, com certeza hoje sou muito mais feliz.

Detalhes do DVD

Sobre o show comemorativo, ela adianta que vai mostrar musicalmente no palco tudo que já fez desde o início da carreira até os dias atuais. “Vai ter um superpalco, dança, troca de figurinos, tudo que tem direito, mesmo.”
Além disso, a cantora vai dividir os vocais com cinco grandes nomes da música, segundo ela, “amigos e pessoas importantes na carreira”. As participações especiais que estarão no DVD serão reveladas nos próximos dias.

Apoio dos fãs

Joelma faz questão de citar os fãs como parte fundamental de sua trajetória e os classificou como “presentes de Deus”, com quem ela sempre procura manter contato. A cantora ainda reforça o apoio que recebeu do público após a turbulenta saída do Calypso.

— Eu sempre digo que não estou sozinha, eles são incríveis, fazem o espetáculo ficar mais lindo. Quando decidi seguir carreira solo, queria tirar seis meses de férias, viajar, colocar a cabeça no lugar e eles não deixaram. Começaram fazer campanha na internet para que eu voltasse. Entrei para o estúdio, passei dois meses fazendo CD e show novos, planejando DVD, que foi incrível. Eles esgotaram os ingressos em um mês. São especiais demais, realmente me ajudam nessa caminhada.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.