21 de outubro de 2020
Mais
    Capa Cidades Cuiabá Prefeito teme 'enxurrada' de doentes do interior em novo hospital de Cuiabá
    NOVO PRONTO-SOCORRO

    Prefeito teme ‘enxurrada’ de doentes do interior em novo hospital de Cuiabá

    Emanuel Pinheiro classifica situação como preocupante pois atualmente cerca de 60% dos internados no PS são de outras cidades

    Imagem: novo Pronto Socorro 12
    HMC possui 315 leitos e capacidade para 35 mil atendimentos mensalmente – Foto: Sicom/Cuiabá

    Faltando menos de sete dias para a inauguração do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), marcada para a próxima segunda-feira (18), o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) já se preocupa com uma possível ‘enxurrada’ de pacientes doentes vindos do interior de Mato Grosso. A declaração foi dada na última sexta-feira (8), em conversa com jornalistas, durante visita do ministro Gilmar Mendes à unidade de saúde.

    De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde da Capital, o HMC possui 315 leitos e capacidade para 35 mil atendimentos por mês.

    Conforme Pinheiro, uma reunião será feita na próxima segunda-feira (18), pouco antes da inauguração do hospital, com a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). Ele deverá mostrar a nova unidade aos prefeitos e aproveitar para orienta-los sobre as “regras” da nova unidade hospitalar.

    “Todos sabemos que virá sim uma ‘enxurrada’ de doentes do interior. Até por que o Estado não tem estrutura o suficiente para atender a todos. A situação é preocupante, uma vez que, atualmente, cerca de 60% dos internados no PS são de outras cidades”, disse o prefeito.

    Emanuel Pinheiro observou que precisa se precaver, porque em sua avaliação, os prefeitos vão ver a unidade nova, bonita e “vão querer trazer tudo quanto é paciente para cá”.

    Por outro lado, Emanuel lembrou que o Governo do Estado não se pronunciou se irá ou não ajudar com repasses financeiros para o custeio do hospital. O HMC deve consumir R$ 12 milhões por mês, mesmo valor consumido pelo atual Pronto-Socorro. A princípio, esses recursos deverão sair dos cofres da Prefeitura. Vale lembrar que a unidade faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS) que dessa forma, em tese, não pode recusar pacientes.

    A inauguração

    A inauguração do novo Hospital Municipal de Cuiabá ocorrerá na próxima segunda-feira. A solenidade contará com a presença do ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), do presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi, e de lideranças políticas estaduais.

    O novo hospital tem 315 leitos, sendo 178 de adultos, 20 leitos no Centro de Tratamento de Queimados, 60 de UTI, 38 de Emergência, seis salas de cirurgia e 13 leitos RPA (recuperação pós-anestesia).

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS