Dados da Central de Regulação do Serviço de Atendimento de Urgência (Samu), órgão da Secretaria Estadual de Saúde, mostram que a unidade continua recebendo um grande número de trotes pela linha 192, em Mato Grosso.

De janeiro a fevereiro de 2019, a unidade recebeu 3.447 trotes, o que equivale a 58 ligações falsas por dia. Em 2017, a unidade recebeu, no mesmo período, um total 713 trotes. Em 2018 foram 810 trotes, o que representa 14% de aumento.

Imagem: coordenador do samu
Paulo Righetto – Coordenador do Samu em Tangará da Serra – Foto – TV Vale

No último sábado (02), um fato chamou atenção do coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Tangará da Serra, Paulo Righetto. Segundo ele, somente no último sábado a central recebeu mais de 40 ligações de trotes discadas do mesmo número telefônico.

“Neste dia foi registrado em um período de 12 horas, mais de 40 ligações solicitando a ambulância do Samu. É importante reforçar que isso não causa apenas transtorno pelo fato do deslocamento da equipe, mas também, pelo fato da linha ficar ocupada com uma pessoa que não está precisando dos serviços oferecidos pelo 192. Durante esse tempo, poderíamos estar atendendo a ligação de alguém que esteja em situação de perigo real”, disse o coordenador.

Ainda segundo informações, o número a princípio parece ser inexistente, porém um registrado um Boletim de Ocorrência para que a Polícia possa investigar o fato.

“Temos a informação que o delegado já solicitou a operadora responsável, os dados cadastrais da pessoa portadora do número”.

Entre as ocorrências, o Samu deve ser chamado quando:

– Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;

– Intoxicação exógena e envenenamento;

– Queimaduras graves;

– Quando houver acidentes/traumas com vítimas;

– Afogamentos;

– Choque elétrico;

– Agressão por arma de fogo ou arma branca;

– Soterramento, Desabamento;

– Crises Convulsivas;

– Transferência inter-hospitalar de doentes graves;

– Outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.

Serviço

A Central de Atendimento do Samu funciona 24 horas e nos feriados e fins de semana, com plantões de doze horas para cada equipe

O pedido de socorro pode ser feito pelo fone 192, a ligação é gratuita e pode ser de um telefone público, fixo ou celular. São feitos atendimentos de urgência e emergência em residências, locais de trabalho e em vias públicas com equipes de profissionais de saúde formadas por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas, que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.