Imagem: Deletran viatura
Viatura da Deletran – Foto: Welington Sabino / AGORA MATO GROSSO

Vendedora de 43 anos que pilotava uma motocicleta morreu ao bater de frente com caminhão, na manhã desta quinta-feira (7), em Cláudia (MT). A vítima estava a caminho do trabalho e morreu antes da chegada do socorro.

De acordo com a Polícia Civil, ao chegar em um cruzamento, os dois veículos pararam para entender de quem era a preferência, entretanto, acabaram avançando ao mesmo tempo, momento em que houve a colisão frontal. Imagem de câmeras de segurança de comércios locais registraram o acidente. Porém, não foram divulgadas à imprensa.

O caminhão chegou a passar por cima da moto, esmagando o corpo da condutora. Populares ameaçaram agredir o motorista que ficou no local do acidente. Ele foi conduzido para a delegacia onde prestou esclarecimentos e foi liberado.

A Polícia Civil informou que as más condições de sinalização no local podem ter contribuído para o acidente. A prefeitura de Cláudia não se manifestou. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil local.

Outro caso

Funcionário de uma mineradora, que não teve o nome divulgado, morreu na tarde da última quarta-feira (6), após ser esmagado por um caminhão da empresa, em Rosário Oeste (MT). O veículo teria prensado a vítima contra a parede. O caso é investigado pela Polícia Civil como acidente de trabalho.

A principal suspeita é que o freio do caminhão tenha falhado e o trabalhador teve o corpo prensado contra a parede. O trabalhador, que não teve o nome divulgado pela polícia, seria natural de São Paulo. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.