25 de setembro de 2020
Mais
    Capa Notícias Mundo Explosão de carro-bomba deixa ao menos 90 mortos na Somália
    MUNDO

    Explosão de carro-bomba deixa ao menos 90 mortos na Somália

    Subiu para pelo menos 90 o número de mortos e dezenas de pessoas ficaram feridas na explosão de um carro-bomba em um posto de controle em Mogadíscio, neste sábado (28), na conexão entre a capital da Somália com a cidade de Afgooye, segundo a agência Reuters.

    Mais cedo, a agência EFE noticiava que a morte de pelo menos 76 pessoas e mais de 70 feridos nesse ataque violento.
    Bebês e crianças estavam entre os feridos — uma van escolar foi pega no massacre.

    Entre os mortos estavam também dois engenheiros turcos que trabalhavam na estrada no momento da explosão, segundo a Embaixada da Turquia em Mogadíscio, e vários estudantes universitários que estavam em um micro-ônibus atravessando o cruzamento.
    O ataque ocorreu às 8h (hora local; 2h em Brasília), quando um suposto suicida explodiu uma minivan perto de um posto de controle de segurança no cruzamento por onde passam veículos que saem e entram.

    “Foi pedido para que outros pacientes, parentes e até mesmo médicos, enfermeiras e profissionais do hospital doem sangue urgentemente para ajudar as vítimas. A situação é ruim”, disse Yahye Ismail, médica do Hospital Erdogan.

    Nenhum grupo terrorista reivindicou ainda a responsabilidade por este ataque, o último de uma série de ataques mortais na capital da Somália, embora o grupo jihadista Al Shabab — que ataca frequentemente os agentes de segurança nos postos de controle — tenha sido contrário à construção desta estrada.

    Segundo a Reuters, o grupo Al Shabaab, ligado à Al Qaeda, realiza esses ataques para tentar minar o governo, que é apoiado pela ONU e pela União Africana.

    A Somália, que fica no Chifre de África, está dividida por conflitos desde 1991, quando os senhores da guerra derrubaram o ditador Siad Barre e depois se voltaram um contra o outro.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS