26 de setembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Usuária de drogas é presa por esfaquear idoso que se recusou a...
    DISCUSSÃO EM BAR

    Usuária de drogas é presa por esfaquear idoso que se recusou a pagar cerveja

    Imagem: 8252e8154a68362807fe09a2f02a710a
    Dinheiro e demais objetos apreendidos – Foto: PJC

    Usuária de drogas de 19 anos, conhecida como “Cabelo Vermelho”, acusada de tentar matar um homem de 60 anos a golpes de faca, foi presa em flagrante, neste domingo (5), após ser identificada nas investigações da Polícia Civil de Pontes e Lacerda (MT). A ação resultou ainda na apreensão de três pés de maconha de propriedade da suspeita.

    A vítima de 60 anos foi encaminhada ao Hospital Vale do Guaporé, onde teve que passar por cirurgia. À polícia, a vítima relatou que a suspeita havia lhe agredido com golpes de faca na região do pescoço após discussão num bar chamado. Ele contou que se recusou a pagar uma garrafa de cerveja para ela, momento em que ficou avançou contra ele.

    Porém, segundo a testemunha, a briga ocorreu por desentendimento relacionado a venda de bebida alcoólica. A suspeita morava nos fundos do bar e trabalhava no local. Mas estava de folga no dia do crime.

    Em diligências, os policiais observaram a mancha de sangue na calçada e nas mãos da suspeita. Durante a entrevista, a jovem negou a autoria dos fatos. Porém, testemunhas apontaram ela como autora da tentativa de homicídio contra o idoso.

    Na casa da suspeita, os policiais localizaram a faca, supostamente utilizada no crime, R$ 565 escondidos debaixo do colchão e três vasos com pés de maconha no quintal.

    Após todos os flagrantes a mulher confessou a tentativa de homicídio, alegando que ficou nervosa devido ao desentendimento com o idoso. A suspeita ainda confessou ser a dona das plantas de maconha e que cultiva para consumo próprio.

    O PORTAL AGORA MATO GROSSO, apurou que a jovem passou por audiência de custódia nesta segunda-feira (6) e teve a prisão em flagrante convertida para preventiva. Ela foi encaminhada para o Centro de Detenção Provisória de Pontes e Lacerda.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS