15 de março de 2021
Mais
    Capa Notícias Cidades Mulheres presas com droga usavam crianças para despistar entorpecente
    FORÇA TÁTICA

    Mulheres presas com droga usavam crianças para despistar entorpecente

    Duas crianças, de 5 anos e de 1 ano e 8 meses, brincavam dentro da casa ao lado da caixa de papelão onde estavam armazenados 39 tabletes de maconha

    Imagem: Droga apreendida Mulheres presas com droga usavam crianças para despistar entorpecente
    Foto por: 15ª Cia FT/pMMT

    Em Várzea Grande, policiais da 15ª Companhia de Força Tática da Polícia Militar prenderam no início da tarde desta quinta-feira (26.11) duas mulheres e apreenderam uma adolescente de 14 anos por tráfico de droga.

    As prisões ocorreram no bairro Santa Maria e levaram à apreensão de 40 tabletes de maconha. A primeira mulher, de 27 anos, estava na porta da uma residência com um objeto na mão e o descartou assim que percebeu a aproximação da equipe FT01.

    Ela até tentou fugir, mas os policiais não só a detiveram como constataram que o pacote descartado era um tablete de maconha. Em seguida, dentro da residência, encontraram mais 39 tabletes, e efetuaram a segunda prisão e a apreensão da adolescente.

    De acordo com a narrativa dos policiais, no interior da casa também havia duas crianças, de 5 anos e de 1 ano e 8 meses. Elas brincavam ao lado da caixa de papelão onde estavam armazenados 39 tabletes de maconha.

    A Força Tática chegou até esse ponto de droga a partir de uma denúncia anônima. A informação era que uma criança de colo estaria sendo usada no tráfico para despistar a polícia. As duas mulheres não só admitiram a prática de tráfico de droga como entregaram aos policiais um caderno com anotações das vendas.

    As três mulheres foram conduzidas à central de Flagrantes do Cisc Parque do Lago juntamente com a droga. Para o mesmo local, permanecendo em ambiente diferente e com vestes e alimentos, as duas crianças ficaram sob a responsabilidade de uma equipe do Conselho Tutelar, enquanto as medidas legais estavam sendo adotadas.

    Serviço

    A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.