22 de março de 2021
Mais
    Capa Destaques Traficante é preso e PC fecha ponto de droga no bairro Novo...
    CUIABÁ

    Traficante é preso e PC fecha ponto de droga no bairro Novo Horizonte

    Na ação foram apreendidas várias porções de droga, dinheiro e materiais utilizados para o comércio ilícito

    Imagem: 02 02 Traficante é preso e PC fecha ponto de droga no bairro Novo Horizonte
    Materiais apreendidos – Foto: PJC

    A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil, efetuou a prisão de mais um traficante nessa terça-feira (02), na Capital Cuiabá (MT). Na ação foram apreendidas várias porções de droga, dinheiro e materiais utilizados para o comércio ilícito.

    O suspeito de 32 anos foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Dois jovens de 22 e 18 anos, também foram detidos e responderão Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de entorpecentes.

    As diligências iniciaram após denúncia anônima sobre um local no bairro Novo Horizonte, onde o morador vinha de forma contumaz praticando a venda de drogas. Com base nas informações, os policiais civis passaram a monitorar o endereço.

    Durante vigilância foi constatada intensa movimentação e fluxo grande de usuários na quitinete, bem como a parada de diversos veículos, ocasiões que em os ocupantes pegavam algo e saíam logo na sequência.

    Os investigadores avistaram o momento em que dois jovens chegaram e saíram rapidamente do imóvel. Ato contínuo foi realizada a abordagem e com eles localizadas três porções de maconha e a quantia de R$ 150 em dinheiro.

    Em seguida a equipe foi até a quitinete onde o suspeito foi surpreendido na posse de uma balança de precisão, materiais para cortar e embalar os entorpecentes, além de uma porção média de maconha, uma porção de pasta base e outra porção de substância de cocaína.

    Após o flagrante os três envolvidos foram encaminhados até a DRE com os objetos apreendidos e interrogados. O indivíduo de 32 anos foi autuado por tráfico de drogas e posteriormente colocado à disposição da Justiça. Já os outros dois conduzidos após assinarem o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foram liberados.