13 de maio de 2021
Mais
    Capa Destaques Suspeito que afundou o crânio de funcionário com barra de ferro é...
    TENTATIVA DE LATROCÍNIO

    Suspeito que afundou o crânio de funcionário com barra de ferro é preso

    A DERF prendeu um dos suspeitos em menos de 24h

    Imagem: Moment em que um dos suspeitos chega na delegcia Suspeito que afundou o crânio de funcionário com barra de ferro é preso
    Momento em que um dos suspeitos chega na delegacia / Foto: Messias Filho/ AGORA MT

    Um dos suspeitos do crime de tentativa de latrocínio realizada na noite de domingo (18) em um estabelecimento público do ramo de coleta de sangue (Hemocentro) de Rondonópolis foi preso em menos de 24h nesta segunda – feira (19), pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos.

    Conforme informações do Boletim de Ocorrência um indivíduo entrou no Banco de Sangue para furtar, o funcionário identificado como Ailton Macedo de 51 anos, ouviu um barulho e foi verificar do que se tratava.

    Neste momento foi atingido por uma barra de ferro na cabeça que de imediato causou afundamento no crânio, o suspeito pegou o celular da vítima e fugiu.

    Uma outra funcionária estava em um outro cômodo e ao sair para fora, encontrou o companheiro de trabalho todo ensanguentado.

    Ela chamou ajuda e o senhor Ailton foi encaminhado em estado gravíssimo para o Hospital Regional.

    Imagem: Delegado Santiago Sanches Suspeito que afundou o crânio de funcionário com barra de ferro é preso
    Delegado Santiago Sanches Foto: Messias Filho/ AGORA MT

    Conforme informações do Delegado Santiago Sanches, após o crime a equipe da Polícia Civil iniciou uma investigação e através de imagens de segurança chegou até um dos suspeitos que estava no Centro e usava a mesma roupa do momento do crime e com ele também foi encontrado o celular da vítima.

    Imagem: Roupa utilizada por um dos suspeitos Suspeito que afundou o crânio de funcionário com barra de ferro é preso
    Roupa utilizada por um dos suspeitos: Foto: Messias Filho/ AGORA MT

    O outro suspeito ainda não foi localizado, mas já foi identificado e ambos são conhecidos por terem várias passagens criminais.