13 de junho de 2021
Mais
    Capa Variedades Pesquisa afirma que para cada pessoa existem 34 "almas gêmeas"
    ROMANCE

    Pesquisa afirma que para cada pessoa existem 34 “almas gêmeas”

    Matemático britânico levantou o número a pedido do aplicativo de relacionamentos Badoo

    São Paulo, junho de 2021 – Enquanto muitos acreditam que só existe uma pessoa especial para cada um, o Badoo, revelou que, na verdade, cada pessoa pode ter 34 potenciais “almas gêmeas”. Os dados se referem ao perfil dos brasileiros e foi levantado em parceria com o matemático britânico Bobby Seagull, que descobriu que cada pessoa pode ter múltiplos parceiros ideais ao longo da vida se estiver disposta a se relacionar de forma honesta.

    Imagem: Casal de namorados Pesquisa afirma que para cada pessoa existem 34 "almas gêmeas"
    Reprodução

    “Sempre acreditei na existência de muitos ‘parceiros ideais’ possíveis para todos nós. O conceito de apenas uma combinação perfeita entre bilhões de pessoas no planeta é matematicamente improvável. Espero que este estudo ajude os solteiros a se sentirem mais otimistas sobre sua jornada. Cada indivíduo é diferente, então, infelizmente, não existe uma regra rígida e rápida, mas ser aberto e honesto deve aumentar matematicamente a probabilidade de encontrar um parceiro – embora a matemática não leve em consideração a química e a atração quando nos encontramos pessoalmente!”, diz Seagull.

    O conceito de “alma gêmea” ainda é muito popular no Brasil. De acordo com a pesquisa* do Badoo, 46% dos solteiros acreditam que existe uma única pessoa especial para eles, mas que ainda não a encontraram. Isso faz com que 64% se sintam, algumas vezes, pressionados a encontrar o par ideal.

    Para a psicóloga Louise Madeira, a pressão por encontrar apenas uma “alma gêmea” ao longo de toda a vida atrapalha as conquistas, diminui as possibilidades e pode gerar grandes frustrações.

    “O conceito de alma gêmea, atualmente, é uma ideia disfuncional, ultrapassada e deflagradora de grandes equívocos e frustrações. O amor mudou, e isso é maravilhoso! Já entendemos que podemos ter vários relacionamentos ao longo da vida. A forma de viver amores que valem a pena, na pós-modernidade, é se dispor para as possibilidades do não previsível, deixando um pouco de lado os scripts de perfeição”, diz.

    O levantamento também mostrou que se relacionar de forma honesta aumenta as chances de encontrar uma das suas 34 “almas gêmeas” – e 55% dos entrevistados acreditam que essa realmente é a melhor forma para criar uma conexão sincera. Honestidade é a qualidade mais buscada quando se trata em encontrar a “alma gêmea”, 78% buscam por pessoas honestas com seus sentimentos e intenções.

    Após mais de ano em distanciamento social, os solteiros estão revendo seus conceitos em relação a conhecer novas pessoas. Dos entrevistados, 45% disseram que querem levar as conexões mais a sério e estão em busca de um relacionamento, enquanto 44% querem apenas conhecer pessoas e se divertir. O que mostra a importância em ser honesto sobre o que se está buscando no app.

    O que grande parte dos respondentes da pesquisa (64%) tem em comum é a promessa de serem mais honestos sobre o que estão buscando. Já 66% estão se comprometendo a serem mais eles mesmos daqui em diante.

    A pesquisa mostrou que há uma atitude nova e mais positiva em relação aos relacionamentos. 60% disseram que vão tratar as pessoas com mais respeito e gentileza, 34% não vão mais esconder sua bagagem emocional de sua conexão. Sobre fazer novas conexões em 2021, 43% se mostraram entusiasmados com as novas possibilidades.

    Para refletir essas descobertas, o Badoo relançou seu Compromisso de Honestidade – que todos que ingressam no aplicativo devem assinar como parte do compromisso do aplicativo em criar um espaço seguro para as pessoas namorarem honestamente.

    Quando se trata das qualidades que incorporam a “alma gêmea”, os usuários concordam que o que está por dentro é o que conta. As principais qualidades apontadas foram honestidade (78%), lealdade (71%) e senso de humor (66%).

    Metodologia da pesquisa:
    Bobby Seagull calculou o número aproximado de “almas gêmeas” em potencial para o adulto urbano, solteiro e médio no Brasil, analisando a probabilidade de encontrar uma conexão com atração mútua com base em dados de pesquisa da OnePoll. Isso foi correlacionado com os dados populacionais de parceiros ideais em potencial dentro de uma localização e faixa etária razoáveis, juntamente com a probabilidade estatística de atração inicial levando a um relacionamento sério.