Agora MT Manchetes Agro em MT sofre disparada no número de pedidos de recuperação judicial
AGRONEGÓCIO

Agro em MT sofre disparada no número de pedidos de recuperação judicial

Crescimento de solicitações devido ao custo de produção elevado e a quebra de safra de grãos nesta temporada preocupa, segundo especialistas

Fonte: VIDA RURAL

Dos 16 pedidos de recuperação judicial realizados em Mato Grosso em 2024 cerca de 90% eram oriundos do agronegócio. Os custos de produção e a quebra na safra de grãos fizeram com que as solicitações de propriedades rurais, principalmente aquelas geridas por produtores pessoas físicas, registrassem um salto significativo nos últimos meses no estado.

Um levantamento realizado pela Serasa Experian mostrou um aumento expressivo no número de pedidos de recuperação judicial por proprietários rurais no Brasil em 2023. As estatísticas revelam que entre janeiro e setembro foram 80 requerimentos no país, contra 20 em todo o ano anterior, alta de 300%.

Ainda de acordo com a Serasa Experian, os produtores rurais que mais solicitaram recuperação judicial no país em 2023 foram aqueles com maiores áreas de soja plantada. Em segundo lugar aparecem aqueles com áreas de pastagem.

Ao se analisar por estado, Mato Grosso lidera com maior número de pedidos por parte de produtores rurais pessoas físicas desde 2021. O levantamento mostra que o volume saltou de três em 2021 para 15 em 2022, chegando a 26 no ano passado.

Frederico Azevedo, superintendente da OCB/MT, pontua que muitas vezes o pedido de recuperação nem sempre é uma solução para o produtor rural, mas sim um problema.

“O último levantamento que fizemos, até segunda-feira (11), só em 2024 16 recuperações judiciais foram pedidas. 90% delas voltadas para o agro. Nós temos recomendado, conversado com os produtores de que o momento é de cautela, é de se avaliar uma renegociação com os agentes bancários autorizados, com os agentes de crédito, como as revendas e cooperativas, para poder reescalonar o crédito e também aguardar o anúncio do Ministério da Agricultura”.

Recuperação judicial é vendida como a salvação
Azevedo explica que nos últimos dois anos o número de pedidos aumentou “por uma expectativa de uma melhoria da recuperação judicial, que foi vendida por muitos agentes como a salvação da lavoura, que se conseguia renegociar inúmeras dívidas e sabemos que na prática não é isso o que acontece”.

Conforme ele, a recuperação judicial “pode não ser o problema ou pode ser o grande problema do produtor, que eventualmente optar por essa tomada de decisão”.

Além de taxar o produtor como “mau pagador”, o pedido quando realizado sem as devidas avaliações e buscas por outras soluções, destaca o superintendente da OCB/MT ao Canal Rural Mato Grosso, pode impactar não apenas a sua atividade, mas também as demais atreladas ao município, como o comércio.

Relacionadas

PC cumpre mandados em operação de combate a extorsão praticada pelas redes sociais

Uma operação com foco no combate ao crime de extorsão praticada por redes sociais foi deflagrada na manhã desta terça-feira (28.05), pela Delegacia Especializada...

Secel abre inscrições para Jogos Paralímpicos Mato-grossenses

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) abriu, nesta quinta-feira (23), as inscrições para os Jogos Paralímpicos Mato-grossenses que serão realizados...

Patrulha Rural aborda Kombi e prende dois homens com espingardas e munições

Policiais militares da Patrulha Rural do 5º Comando Regional prenderam dois homens, ambos de 56 anos, por porte ilegal de arma de fogo, na...

Suspeitos de ajudarem na fuga de assassino de sargento trocam tiros com a polícia e acabam mortos

Três suspeitos de ajudarem na fuga do assassino do sargento da Polícia Militar, Odenil Alves Pedroso, de 47 anos, morreram em um confronto com...

Forças de segurança prendem 19 pessoas após tentativas de invasão de terras em Mato Grosso

As forças de segurança de Mato Grosso impediram, na última segunda-feira (27), tentativas de invasão em propriedades rurais nos municípios de Novo Mundo e...

Homem é encontrado morto com mãos amarradas e sem a orelha após sequestro em MT

Um homem identificado como Marciano Alves de Senna, 32 anos, morreu após ser brutalmente torturado por membros de uma facção criminosa, nesta sexta-feira (24),...

Quatro pessoas se envolvem em acidente após batida entre motos em cruzamento

Quatro pessoas se envolveram em um acidente entre motos no cruzamento das ruas Tancredo Neves com Augustinho de Figueiredo no bairro Jardim Reis, na...

Cerrado ultrapassa Amazônia como bioma mais desmatado do Brasil em 2023

Em 2023, o desmatamento no Cerrado brasileiro aumentou consideravelmente, superando pela primeira vez o índice de devastação na Amazônia e tornando-se o bioma mais...

Mulher que furtava residências onde trabalhava é presa pela Polícia Civil em Barra do Garças

Uma mulher investigada por crimes de furto por abuso de confiança teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas