Agora MT Economia Valor médio de mensalidades de cursos superiores cai 16,7% e fica em...
EDUCAÇÃO

Valor médio de mensalidades de cursos superiores cai 16,7% e fica em R$ 1.067, mostra pesquisa

Levantamento do Instituto Semesp mostra também que número de matrículas na modalidade presencial subiu 4,7% neste ano

Fonte: R7

Imagem: cats 59 Valor médio de mensalidades de cursos superiores cai 16,7% e fica em R$ 1.067, mostra pesquisa
Educação – Foto: reprodução

O valor médio das mensalidades de cursos superiores no Brasil é de R$ 1.067, número 16,7% menor do que no ano passado, de acordo com um estudo do Instituto Semesp, divulgado nesta segunda-feira (25). O cálculo não considera a graduação em medicina, que têm mensalidade média quase dez vezes maior (R$ 10.156). A pesquisa revelou também uma retomada da modalidade presencial, que teve alta de 4,7% nas matrículas em relação a 2023.

O levantamento mostrou que o valor médio dos cursos superiores presenciais é de R$ 1.132 por mês, mais de três vezes maior do que dos cursos a distância, conhecidos pela sigla EAD, com mensalidade média de R$ 348.

Nas instituições com mais de sete mil alunos, os cursos são mais baratos, identificou o estudo. O dado “sinaliza que as IES [instituições de ensino superior] maiores conseguem ofertar preços mais competitivos”, afirmou a organização responsável pela pesquisa, em nota.

Outro achado é que as instituições sem fins lucrativos, como as mantidas por denominações religiosas, têm mensalidades maiores do que as privadas. Dos cursos presenciais, medicina tem a média de preço mais cara por mês (R$ 10.156). Em segundo lugar, está medicina veterinária (R$ 2.423), seguida por odontologia (R$ 2.153).

Os cursos presenciais mais procurados têm valores menores. Estudar administração custa, em média, R$ 930 mensais, enquanto a mensalidade média dos cursos de direito é de R$ 1.141. Na modalidade a distância, os valores são ainda mais baixos: as faculdades de pedagogia, com mensalidade de R$ 301, e de administração, que custa R$ 333 mensais, são as que têm mais estudantes, segundo o estudo.

Sobre esses valores, há ainda os chamados “descontos de pontualidade”, concedidos por 29,2% das instituições de ensino superior que ofertam cursos presenciais e por 28,9% das que ofertam a modalidade a distância. Essas deduções valem para quem paga as mensalidades até o vencimento e servem para atrair estudantes, segundo os pesquisadores.

Retomada da modalidade presencial
A pesquisa, realizada entre fevereiro e março de 2024, mostrou também uma retomada da modalidade presencial, que sofreu com a pandemia de Covid-19.

Das faculdades no país, 52,2% tiveram aumento de estudantes em cursos presenciais neste ano em comparação a 2023. O crescimento médio, considerando essas instituições, ficou em 4,7%.

Entidade critica política de preços
Lúcia Teixeira, presidente do Instituto Semesp, responsável pelo estudo, criticou a queda nos preços dos cursos superiores. Para ela, essa baixa compromete a qualidade do ensino.

“A redução nos valores das mensalidades para a captação de alunos coloca em risco o próprio futuro do setor. Além disso, a reputação de uma instituição é fundamental para a captação de alunos e tem peso considerável na escolha do estudante”, afirmou.

Relacionadas

2ª temporada de The Last Of Us chega no streaming em 2025 e ganha imagens

Durante a apresentação da Warner Bros. Discovery no UpFronts 2024, a Max anunciou que a segunda temporada da série The Last of Us chegará no streaming...

Operação Lei Seca faz prisões por embriaguez, dívida de pensão alimentícia e tráfico de drogas

Na madrugada deste sábado (18), as forças policiais realizaram a 22ª Operação Lei Seca deste ano na cidade de Várzea Grande-MT. As abordagens veiculares...

Sem valor definido, Lula sanciona com vetos lei que autoriza volta da cobrança do seguro DPVAT

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou com vetos a lei complementar que autoriza a volta da cobrança do DPVAT (Danos Pessoais...

CBF suspende duas rodadas do Brasileirão por causa de cheias no RS

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou a suspensão das 7º e 8º rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro, o Brasileirão, por causa...

Dois homens são amarrados e executados dentro de empresa em MT

Dois homens identificados como Bruno Alves dos Santos, 23 anos e Edmilson Felício da Silva de 24 anos, foram executados, na noite desta quinta-feira...

Mato Grosso é o estado brasileiro com a maior malha rodoviária do país

Mato Grosso é o estado brasileiro com a maior malha rodoviária estadual do país. São aproximadamente 33 mil quilômetros de estradas, responsáveis por garantir...

Paulo José defende criação de um novo distrito industrial na cidade

O pré-candidato a prefeito Paulo José Correia (PSB) afirmou que trabalhará pela criação de um novo distrito industrial na cidade. A ideia foi defendida...

Município de Rondonópolis terá que fazer 114 adequações no PA Infantil após acordo com MP

Após encaminhar ao Município de Rondonópolis uma proposta de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para adequação de irregularidades no Pronto Atendimento Infantil do...

Chuvas intensas voltam a cair no Rio Grande do Sul, e governo alerta para evacuação

Com as chuvas intensas que voltaram a cair em diversos municípios do Rio Grande do Sul na noite de sábado (11), inclusive na capital,...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas