Agora MT Manchetes Por unanimidade, TSE absolve Moro e não cassa mandato do senador
DECISÃO DOS 7 MINISTROS

Por unanimidade, TSE absolve Moro e não cassa mandato do senador

Ações apontavam abuso de poder econômico, uso de caixa dois e utilização indevida de meios de comunicação durante pré-campanha

Fonte: R7

Imagem: Sergio Moro Por unanimidade, TSE absolve Moro e não cassa mandato do senador
Sergio Moro – Foto: reprodução

De forma unânime, os sete ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiram absolver e não cassar o mandato do senador Sergio Moro (União Brasil-PR). As ações, analisadas em conjunto pelos magistrados, apontavam abuso de poder econômico, uso de caixa dois e utilização indevida de meios de comunicação durante a pré-campanha eleitoral de 2022. Votaram a favor Floriano Marques, André Ramos Tavares, Cármen Lúcia, Nunes Marques, Raul Araújo, Isabel Gallotti e Alexandre de Moraes, presidente da Corte.

A relatoria foi assumida pelo ministro Floriano Marques, que, ao apresentar a decisão por 1 hora e 45 minutos, afirmou que “é fato que os dispêndios de quantias vultosas do fundo partidário com empresa de quem viria a ser candidato, no caso à suplência da chapa, causa bastante estranheza” e que “bem verdade também que tais gastos se mostram censuráveis até sobre um prisma ético, mormente por candidatos que empunharam a bandeira da luta contra o desvio, o locupletamento e a corrupção”.

“Todavia, para caracterizar uma conduta fraudulenta, é preciso mais do que o estranhamento, indícios, suspeitas ou convicção, é preciso haver prova, e prova robusta.”
(FLORIANO MARQUES, MINISTRO DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL E RELATOR DO CASO)

Floriano Marques disse ainda que “ausente prova de licitude, também não é possível acrescentar que o gasto acarretou promoção da imagem dos recorridos de modo que, igualmente, não devem ser considerados para fim de abuso do poder econômico”.

O voto do relator ocorreu minutos depois da manifestação do MPE (Ministério Público Eleitoral), que voltou a defender a rejeição dos recursos e se manifestou favorável para manter a absolvição de Moro.

Precedentes
O julgamento do senador abrirá precedente sobre a atuação da Justiça Eleitoral quando houver gastos de candidatos no período anterior à campanha eleitoral.

Na primeira semana de maio, o relator do caso, ministro Floriano Marques, liberou para julgamento os recursos apresentados contra a decisão do TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná), que, no mês passado, rejeitou a cassação do mandato do senador.

Um dos recursos contra a decisão do TRE-PR foi apresentado pela Federação Brasil da Esperança (formada pelos partidos PT, PV e PCdoB) e aponta equívocos cometidos na análise das provas dos autos pelo desembargador Luciano Falavinha. A federação diz que a corrida eleitoral de Moro foi impulsionada com abuso de poder econômico.

 

Relacionadas

PM derruba ‘boca de fumo’ e trio de adolescentes é apreendido em Rondonópolis

Três adolescentes, sendo dois homens e uma mulher, foram apreendidos pelo Grupo de Apoio (GAP) da Polícia Militar (PM), na noite desta sexta-feira (14),...

Duas pessoas ficam feridas após colisão entre moto e bicicleta na Rodovia do Peixe

Dois homens, sendo um ciclista de 31 anos e um motociclista de 54 anos, ficaram feridos após uma colisão frontal, na noite desta quarta-feira...

Vídeo mostra momento em que quatro criminosos ameaçam mulher e roubam carro

Uma mulher de 48 anos teve o carro roubado após ser surpreendida por quatro criminosos armados na noite do último sábado (08), em Várzea...

Seciteci abre processo seletivo com mais de 1,2 mil vagas para cursos técnicos gratuitos

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) está com vagas abertas para o processo seletivo de cursos técnicos gratuitos de capacitação...

Morto durante confronto policial em Pedra Preta é identificado

O jovem morto durante confronto policial na madrugada deste sábado (08), em Pedra Petra-MT, foi identificado. Ian Mikael da Silva Santos, de 22 anos,...

Governador Mauro Mendes sugere lei para proibir aumento de impostos no país

O governador Mauro Mendes sugeriu, em reunião com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), a criação de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição)...

STF forma maioria para tornar André Janones réu por ofensas a Jair Bolsonaro

O STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria para tornar réu o deputado federal André Janones (Avante-MG) por calúnia e injúria contra o ex-presidente Jair...

Investigadores da DERF divulgam imagens de autores de crimes de furto de peças de caminhão

A Polícia Judiciária Civil por intermédio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) divulgou imagens de dois autores de crimes de furto de...

Ministro da Agricultura promete novo e mais eficiente leilão do arroz

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, disse hoje (12) que está previsto um novo leilão do arroz, com data ainda a ser confirmada. Desta...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas