A geração de empregos em Rondonópolis terminou com saldo positivo de 263 contratados a mais em diferentes setores da economia, resultado de 2,5 mil admissões e 2,2 mil demissões, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Rondonópolis ficou em terceiro na lista dos municípios (com mais de 30 mil habitantes) que mais geraram empregos.

A reportagem  apurou que o destaque é para o setor da construção civil, com saldo de 104 empregados a mais – houve 257 admitidos e 171 dispensados. Em seguida aparece a indústria de transformação, com saldo de 99 empregados a mais (529 contratações e 430 demitidos). Outro destaque na geração de empregos está a prestação de serviços, com 61  (729 admitidos e 668 foram mandados embora). No comércio, o resultado contabilizado foi de 33 funcionários a mais (764 admitidos e 731 demitidos). O extrativismo mineral fechou com saldo positivo de 3 trabalhadores.

Leia também:  Municípios de Mato Grosso são destaque em pesquisa nacional

Por outro lado, a agropecuária encerrou o período com 32 funcionários demitidos a mais. Houve a demissão de 231 e contratação de 199. Em seguida aparece o serviço industrial de utilidade pública, com menos 5 trabalhadores.

Em abril, foram gerados 101 empregos no município. No ano, Rondonópolis registra o saldo positivo de 1,5 mil contratados, resultado de 13,2 mil admissões e 11,7 mil demissões.

Conforme  a reportagem  já informou, ainda em maio Sorriso e Sinop empregaram mais funcionários – , com saldos de 108 e 79, respectivamente. Já em Alta Floresta, terminou demitindo mais: 3.

Já em Mato Grosso, no mês passado foram gerados pouco mais de 3 mil novos empregos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.