Os senadores pedetistas Pedro Taques, Acir Gurgacz (RO), Cristovam Buarque (DF), João Durval (BA) e o líder do PDT na Câmara, deputado Giovanni Queiroz (PA) se reúnem, daqui a pouco, com a presidente Dilma Rousseff, a convite dela. O PDT está na base aliada da presidente e os senadores devem apresentar algumas reivindicações. Não foi adiantado se Taques fará alguma reivindicação específica para Mato Grosso.

Presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e líder do partido no Senado, o senador Acir Gurgacz disse que o rito de tramitação das medidas provisórias deverá ser o principal tema da conversa. “Vou pedir a ela mais atenção para esse assunto. É preciso que o governo entre nessa questão. Se o governo não entrar nessa discussão lá na Câmara, essa mudança não acontecerá. As medidas provisórias chegam aqui na hora de serem votadas. Não temos tempo para discuti-las. E aí termina a emenda caindo à meia-noite porque não tivemos tempo de votá-la. Isso fica ruim para nós e para o governo. Esse deverá ser o ponto alto do almoço”, afirmou Gurgacz.

Segundo a Agência Senado, Dilma já se reuniu com as bancadas do Partido dos Trabalhadores (PT), do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), do Partido da República (PR), do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e do Partido Progressista (PP).

COMPARTILHAR

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.