Foto Varlei Cordova / Agora MT

A reforma na estrutura da cadeia pública feminina foi uma das reivindicações da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), Sandra Raquel Mendes, com o secretário de Segurança Pública, Diógenes Curado, na Audiência Pública realizada na Câmara Municipal no início da semana.

A conquista de um espaço prisional destinado exclusivamente para as mulheres é um avanço, mas o prédio necessita de reparos com urgência, para se tornar um presídio feminino, a exemplo do presídio Maria Couto em Cuiabá. “São inúmeros os problemas enfrentados pelas reeducandas, a situação do presídio está insustentável, é preciso reparos na estrutura hidráulica, elétrica e saneamento. Além de recursos que garantam materiais de higiene, alimentação. A atual situação da Cadeia pública de Rondonópolis está um caos e requer atenção especial”, argumentou Sandra.

Leia também:  Rondonópolis participa de ato contra reformas trabalhista e previdenciária nesta sexta-feira (30)

Na oportunidade a presidente do CMDM destacou o trabalho de todos os servidores da cadeia pública em especial a diretora Bernadete Gonçalves de Leão Saggin, pois não medem esforços para manter os trabalhos em meio a precariedade da unidade prisional.

Também foi solicitada a viabilidade para plantão 24 horas da Delegacia Especializada em Defesa da Mulher ou a disponibilidade de sala para atendimentos ao público feminino no CISC, devido o grande fluxo de mulheres que registram ocorrências no período noturno e nos finais de semana.

Sandra concluiu com o pedido de uma medica legista para atender mulheres, crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual, violência domestica entre outros, pois a figura de uma mulher neste momento é mais bem aceita pela vitima, tendo em vista que normalmente seu abusador é homem.

Leia também:  Rua Barão do Rio Branco tem duplicação autorizada pelo Governo

Segundo Sandra, o Secretário disse que as reivindicações são coerentes e viáveis e que estará articulando forma de atender os pedido e argumento que a delegacia da mulher passa por mudanças  e dará uma atenção especial para o assunto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.