Foto Internet

As duas pontas da cadeia produtiva da carne bovina, arroba e varejo, continuam em desvantagem quando o assunto é a valorização do produto para o consumidor final e a desvalorização para o produtor na hora da venda do seu gado. É o que se observa na desvalorização do preço da arroba e na outra ponta no preço da carne bovina vendida nas gôndolas dos supermercados e nos açougues.

Desde o pico de outubro de 2010, os preços da arroba do boi gordo em Mato Grosso registraram, até setembro deste ano, queda de 13,7%, já no varejo o recuo nos preços em Cuiabá foi de apenas 2,2%. Quando cotamos o preço do bife para o consumidor no período de agosto a setembro deste ano, o aumento no varejo foi de 6,2%. O preço da carne de setembro de 2010 a setembro de 2011 aumentou 18,95% e de janeiro de 2010 a setembro de 2011, 25,24%.

Leia também:  2º Fórum do SIRRACS acontece em Rondonópolis

“Não existe uma explicação técnica para esse aumento no preço da carne nesse período do ano, que muitos alegam ser motivado pela chamada entressafra”, disse o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat, Luciano vacari. Ele explica que “a arroba teve uma desvalorização e a entressafra, que seria a diminuição de oferta de boi gordo, não existiu, pelo contrario, a oferta de gado foi suficiente para atender a demanda”. Para Vacari, o aumento nos preços da carne para o consumidor final “continua sendo uma política do varejo injusta e prejudicial ao consumidor”.

Essa diferença fica ainda mais marcante quando observamos a variação acumulada, a partir de fevereiro de 2005, observada através de um levantamento feito pelo Imea – Instituto Mato-grossense de Econômica Agropecuária. A valorização no preço pago ao pecuarista foi de 73,73%, enquanto que o aumento da carne bovina nos supermercados no mesmo período foi de 145,82%, resultando em uma diferença na valorização nos dois elos da cadeia no acumulado do período de 72 pontos percentuais

Leia também:  BR-364 é interditada entre Rondonópolis e Cuiabá nesta terça
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.