Veículo e armas apreendidas na barreira policial. Foto: Ronaldo Teixeira/AGORA MT

Em uma barreira na Rodovia 471, Rodovia do Peixe, a Polícia Militar autuo, na tarde desta quinta-feira (24/11) Anny KarllaBetti Pereira da Silva (22), Geiziele Coutinho Lopes (24), Fernando Medeiro Pereira (25) e Elizandro da Silva Martins (29) por porte ilegal de arma e munição, formação de quadrilha e por dirigir sob efeito de bebida alcoólica.

Consta no Boletim de Ocorrência que os policiais observaram que o motorista de um Gol branco deixou um dos passageiros, pouco metros antes da barreira. E durante a conferência dos documentos foi constatado que o motorista do veículo, Fernando, foi preso anteriormente por porte ilegal de arma, juntamente com Anny. Além do fato que o condutor fazia uso de bebida alcóolica.

Leia também:  Trio aterroriza hóspedes de hotel durante assalto na Cidade Salmen

Em revista no interior do carro os policiais encontraram no porta-luvas do veículo um carregador de pistola com 13 munições intactas, mas a arma não foi localizada do carro. Contudo foi observado que Geiziele, passageira que desceu do Gol antes da barreira, tentava passar pela barreira com revolver calibre 38 com seis munições intactas e uma pistola calibre 380 com a numeração raspada no interior da bolsa.

Os quatro foram encaminhados para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), e em revista minuciosa foi encontrado na bolsa de Geiziele duas petecas de substância esbranquiçada semelhante a pasta base de cocaína, que seria para consumo.

Em depoimento no CISC Geiziele explicou que iriam beber em uma chácara na Rodovia do Peixe, quando Fernando avistou a barreira policial, pediu que guardasse as duas armas, só então teve conhecimento da existência das armas. Quanto as duas petecas afirmou que seria para consumo próprio.

Leia também:  Dupla rouba motocicleta enquanto transitavam em via pública

Fernando afirmou, em depoimento, que as armas foram adquiridas em Campo Verde e explicou que anda armado porque esta sofrendo ameaças de morte.

Após o pagamento de fiança os quatro foram liberados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.