Após tentativa de negociação os servidores municipais de educação de Juscimeira recusaram a proposta do prefeito Valdecir Luiz Coller – Chiquinho, na Assembleia Geral realizada hoje (09/02) pela manhã. A categoria suspendeu as atividades ontem.

Doralice Viera de Castro, diretora regional do Sintep, explicou após a Assembleia Geral realizada nesta segunda-feira (06/02) o prefeito fez um plano para regularização dos pagamentos dos servidores até o dia 12 de julho e afirmou para a categoria que o projeto de Lei para a criação do Plano de Cargos, Carreira e Salário (PCCS), que tramita na Câmara de Vereadores, mas que solicitou aos parlamentares que tratem o processo com urgência urgentíssima.

Além da regularização dos pagamentos e implantação do PCCS, a categoria cobra do prefeito a criação de um calendário de pagamento do salário dos servidores.

Leia também:  Empresária acusada de mandar matar irmãos em Rondonópolis tem júri popular anulado pelo STJ

A diretora do Sintep argumentou que agora iniciarão novas rodadas de negociação para tentar chegar a uma solução o mais rápido possível.

O início das aulas em Juscimeira estava previsto para ontem (08/02), quando o prefeito terminaria as obras de manutenção nas unidades de educação.

Os professores não aceitaram a proposta do prefeito e decidiram manter a greve. Foto: SISPUMJ
Assembleia dos professores de Juscimeira. Foto:SISPUMJ

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.