A fiscalização nas ruas e avenidas de Rondonópolis vai ser intensificada na próxima semana. Os agentes de Trânsito em companhia dos soldados da Polícia Militar realizam blitz para orientar motoristas e motociclistas para os perigos no trânsito. Além do trabalho de sensibilização, o grupo vai desenvolver ações punitivas, como a verificação de documentos do condutor e do veículo.

Diariamente, 21 agentes da Secretaria de Transporte e Trânsito de Rondonópolis – Setrat atuam na fiscalização para o cumprimento da Legislação que regulamenta as vagas para Deficientes Físicos e Idosos demarcadas no quadrilátero central. Seis motocicletas, um veículo Gol, uma Kombi e um Pálio Weekend auxiliam nos serviços.

O secretário Argemiro José Ferreira afirma que o comportamento no trânsito não é um fato isolado. Segundo ele, a vivência e os hábitos do dia-a-dia influenciam diretamente as atitudes. “O trânsito deve ser tratado também como problema de saúde pública, afinal, é um dos maiores responsáveis por mortes no mundo”, disse.

Leia também:  Bombeiros registram quase 400 casos de incêndios em Rondonópolis

PREVENÇÃO

A ideia da equipe da Setrat é promover mudança também na educação para o trânsito. Os acidentes são a primeira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Para Argemiro, o problema está no modo como a juventude é educada sobre esse perigo.

Como solução, ele propõe uma mudança na educação para o trânsito, para que esse público seja realmente atingido. “É preciso divulgar mensagens diferentes para atingir, de fato, os jovens. É preciso também repensar as ferramentas de comunicação”, completa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.