Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

A professora coordenadora da Escola Nunes Rocha e do projeto, Rose Meire Bufulin, destacou que desde o início do ano letivo os alunos começam a ler todas as obras literárias propostas para a mostra do ano, para organizarem as apresentações teatrais, onde é feito um levantamento da vida do autor e da obra que será apresentada. Contudo os estudantes apresentam apenas o clímax do teatro para despertar no público o interesse em conhecer a história completa.

Rose Meire destaca que o projeto a cada ano se torna maior, com o envolvimento de todos os alunos, professores e servidores da unidade, inclusive ex-alunos da escola para receber visitantes de outras escolas e familiares dos estudantes. A educadora ressalta que o Literatura em Ação mexe com a criatividade dos alunos e amplia a capacidade de interpretação, o que é essencial na sociedade atual. “Vale muito apena realizar o projeto, principalmente por despertar o interesse pela leitura e arte”.

Leia também:  Sanear passará a cobrar taxa de lixo a partir de outubro

A aluna Jaqueline Santos Magalhães, que interpretou Christine Daaé da obra “O Fantasma da Ópera”, frisou que é muito satisfatório ver o resultado final, pois envolve outras questões além da leitura, como por exemplo, canto e teatro. “No começo achava que não iria dar conta do recado e foi necessário muito trabalho de pesquisa e ensaio. Acredito que o público esteja gostando”, disse estudante, enquanto o público fazia fila para assistir um trecho da peça.

A afirmação de Jaqueline de que o projeto é muito bom foi reforçado pela aluna Ana Gabriela Campos dos Santos, que participa desde a primeira edição do projeto, e acrescentou que o aprendizado vai além da sala de aula, ajuda a abrir mais horizontes e enxergar a vida com outros olhos.

Leia também:  Crise na UFMT pode dificultar autonomia do campus local

Além da peça Fantasma da Ópera, de Gaston Leroux, os visitantes puderam conferir as obras como Capitães de Areia de Jorge Amado, Morte e Vida Severina de João Cabral de Melo Neto, A bruxa Salomé de Gisela Maria Padovan, Um certo capitão Rodrigo de Érico Veríssimo

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.