Foto: internet

A Polícia Federal prendeu em flagrante na noite de terça-feira (12) no Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim (RN), um empresário de 37 anos suspeito de ter fumado no banheiro durante um voo da TAM que fazia a rota Brasília-Fortaleza, com escala em Natal.

Segundo a PF, os agentes do aeroporto foram avisados por volta das 23h pela empresa aérea que uma aeronave, proveniente de Brasília, pousaria em breve no aeroporto.

O comandante havia feito contato com a tripulação da companhia em terra para avisar que um dos passageiros havia desrespeitado normas de segurança e a proibição de não-fumar a bordo, o que gerou uma discussão entre os passageiros.

Leia também:  Pessoas obesas podem adquirir novo método para conseguir emagrecer recebendo choque no cérebro

O voo da TAM JJ 3426 havia partido de Brasília com destino a Fortaleza (CE) e tinha como escala o aeroporto de Parnamirim, na região metropolitana de Natal.

A PF informou que o passageiro foi detido em flagrante logo após o pouso. O comandante e duas comissárias afirmaram que, durante o trajeto, o passageiro apresentou comportamento “agitado” e, ao sair do banheiro, apresentava odor de fumaça no ambiente. No banheiro do avião foram encontradas bitucas de cigarro.

O empresário, que reside no Distrito Federal e atua no ramo de alimentos, prestou depoimento e negou a acusação. Ele permanece preso em Natal e responde ao crime previsto no Artigo 261 do Código Penal, que prevê exposição de risco em aeronave.

Leia também:  Delegado da PF que investigava morte de Teori Zavascki é assassinado a tiros em SC

Na segunda-feira (11), outro avião da TAM, que fazia a rota Rio de Janeiro-Belém, teve um princípio de incêndio nos banheiros devido à presença de fumaça e foi obrigado a fazer um pouso de emergência em Brasília.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.