Foto: internet

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) começou a convocar, uma a uma, as empresas que prestam serviço de TV por assinatura para “discutir a relação”. A agência quer exigir a criação de uma estratégia para melhorar o atendimento aos clientes.

São vistas com preocupação as insistentes falhas das empresas no trato com os usuários, que fez crescer de forma expressiva o número de queixas registradas no call center da agência.

Segundo dados publicados no site da Anatel, o número de reclamações nesse setor praticamente dobrou no período de um ano. Em abril, último dado informado, foram 13.194 reclamações, ante 6.698 no mesmo mês de 2011.

O recorde de problemas com as assinaturas de TV a cabo ou satélite, no entanto, foi registrado em março deste ano, quando 15.457 consumidores recorreram à agência para tentar resolver as pendências com as empresas.

Leia também:  Inscrições para Enem 2017 começam nesta segunda-feira (08)

Em março do ano passado, o número de queixas era pouco maior que 8.200, crescimento de 88,4%.

Mensalmente, lideram a lista de problemas levados à Anatel os erros na cobrança das faturas, a dificuldade de cancelar contratos e problemas com o aparelho ou com a qualidade do sinal.

A intenção da Anatel, com as reuniões, é evitar que o problema se agrave ao ponto de exigir a tomada de medidas mais drásticas, assim como ocorreu neste ano com a telefonia móvel –que teve as vendas suspensas por 11 dias por causa das falhas na prestação do serviço.

As reuniões com as empresas serão fechadas e devem começar hoje. Participarão apenas técnicos da agência e alguns representantes das companhias.

Leia também:  Correios encerram nesta segunda o serviço e-Sedex

Toda a conversa tratará sobre as possíveis formas de contornar o problema que já existe, ou seja, reduzir o número de consumidores insatisfeitos, além de criar algumas metas e diretrizes para melhorar os serviços prestados também a longo prazo, com a ampliação gradual da cartela de clientes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.