O milho também registra alta no custo de produção para a safra 2012/2013. No mês de setembro a média de gastos estava estimada em R$ 1.706 por hectare (ha). Para o mês passado, houve um acréscimo de 2,8% terminando outubro calculado em R$ 1.754/ha. O maior acréscimo foi para os insumos, que praticamente dobraram de valor no mês passado.

No mês de setembro os gastos com insumos ficaram em R$ 956/ha. No mês passado o valor calculado passou para R$ 1.039/ha, alta de 92%. A semente foi o produto que mais elevou o preço em setembro, R$ 407/ha. Em outubro o valor era de R$ 301/ha.

Conforme o gestor do Imea Daniel Latorraca, o milho segue a mesma linha da soja. Com uma supersafra 11/12 (mais de 15 milhões de toneladas), as expectativas para a próxima safra são as melhores. “O mercado oscila bastante, e muita coisa pode acontecer até lá”, explicou.

Leia também:  Emissão de RG está suspensa em Mato Grosso
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.